Mídias Sociais

Cidades

Guarda Marítima realiza ação para coibir atividades marítimas irregulares do Canal do Itajuru, em Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Uma operação foi realizada pela Guarda Marítima de Cabo Frio nesta quarta-feira, 23, no Canal do Itajuru. A ação determinada pelo Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural teve como objetivo coibir atividades marítimas irregulares.

Neste primeiro momento, os agentes retiraram as argolas que serviam para a atracação de barcos de pesca e de passeio, instaladas irregularmente no paredão do cais do Canal do Itajuru. Lembrando que só poderão permanecer no local, as embarcações que têm suas poitas (âncoras), registradas junto à Capitania dos Portos. Elas terão permissão para fazer a atracação em argolas identificadas pela Guarda Marítima e Ambiental.

Durante a ação, foram flagradas embarcações atracadas por cordas enroladas nos coqueiros que compõem a paisagem da Orla do Canal e outras que não são registradas em Cabo Frio e não têm permissão para atracar. Segundo a coordenação da Guarda Marítima o próximo passo será a retirada dessas embarcações.

“A maioria dessas embarcações que se utilizam dessa prática, ou estão abandonadas ou não são de Cabo Frio. Esse é apenas o primeiro passo para o ordenamento total do Canal do Itajuru. Em um segundo momento, estaremos fazendo a retirada das embarcações abandonadas para um local, após a Ponte Feliciano Sodré e iniciar um processo de identificação dos proprietários para dar destinação às suas propriedades”, informou o comandante da Guarda Marítima e Ambiental, Paulo Fernando Pinto Dias.

A partir da retirada das embarcações, o cais do Itajuru será autorizado apenas para embarque e desembarque, podendo ficar atracados, apenas, os barcos registrados e documentados.

Mais lidas da semana