Mídias Sociais

Cidades

Gabinete de Integração Covid-19, de Macaé, denuncia prática de preços abusivos de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual)

Avatar

Publicado

em

 

 

Da redação

O Gabinete de Integração Covid-19 da Rede Hospitalar de Macaé está denunciando alta dos preços em meio à crise do novo coronavirus. Os preços abusivos têm sido praticados pelos fornecedores de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

De acordo com um levantamento do Gabinete de Integração COVID -19, em Macaé, os preços de alguns materiais tiveram um aumento de mais de 6.000% em relação ao início da crise. As máscaras cirúrgicas, por exemplo, custavam R$ 0,08 antes da crise e passaram a custar R$4,90, um aumento de 6.125% A máscara N95 saltou de R$2,30 para R$37,00, o preço subiu 1.608%. Já os protetores oculares passaram de R$5,12 para R$9,90, um amento de 95%.

Os valores praticados nesse momento tornam os recursos financeiros mais escassos, visto que as unidades de saúde não têm outra opção que não seja adquirir esses materiais, mas chegara um momento que não terão fluxo de caixa para adquiri-los. O impacto será o esgotamento dos recursos e a inacessibilidade aos equipamentos de proteção. De acordo com Dr. Gumercino Faria Filho, representante da Unimed Costa do Sol no gabinete: “Durante uma crise como essa, os fornecedores de EPIs estão indo na contramão da intercooperação, da razoabilidade e da racionalidade. Praticando preços abusivos e diminuindo o acesso, eles estão colocando em risco toda uma sociedade. Podemos até entender que alguns estejam importando a preços mais altos que praticado anteriormente, mas muitos estão usando o momento para ter margem de lucro acima da razoabilidade”.

De acordo com Filho, é vital aos profissionais da área da saúde, que irão cuidar dos pacientes, seguirem os protocolos padrões de uso dos Equipamentos de Proteção Individual para cada etapa de atendimento, visando à segurança, prevenção e controle da doença. "No entanto, os fornecedores desses materiais têm dificultado o acesso dos hospitais aplicando preços abusivos nesse momento de sobrecarga do sistema de saúde".

O Gabinete de Integração COVID -19 é formado pelos representantes dos Hospitais: Unimed Costa do Sol, Dr. Gumercino P. Faria Filho e Dra. Glaura Terra, Clínica São Lucas, Dr. Eduardo Zukeran Dr. Edson Zukeran e Irmandade São João Batista, Dr. Luís Campos Porto e além dos médicos: Dr. Sávio Mussi Rocha, Dr Charbell Kury (Vigilância em Saúde) e Dr. Flávio Antunes. O objetivo do grupo é solucionar as demandas emergenciais em relação à COVID-19 além do gerenciamento de recursos tecnológicos, humanos e financeiros durante o período com cooperação mútua e organização.

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana