Mídias Sociais

Cidades

Feirantes de Tamoios manifestam na Porta da Prefeitura de Cabo Frio contra mudança nas feiras

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Um grupo de feirantes do Distrito de Tamoios, em Cabo Frio, foi à porta da Prefeitura Municipal com o intuito de conseguir um dialogo com o Prefeito, a fim de discutir a mudança das feiras livres, que acontecem no Distrito aos sábados e domingos. A mudança determinada pelo Governo e iniciada no último sábado, 13, não teria agradado a maioria dos trabalhadores.

Após uma longa espera, o grupo não conseguiu agenda com o Prefeito e foi recebido por oito dos 17 vereadores do município, sendo eles: Adeir Novaes, Oseias de Tamoios, Letícia Jotta, Vinicius Correa, Alexandra Codeço, Silvio Blau Blau e Nenel do Jardim. Os demais vereadores estavam participando de uma reunião convocada pela CPI da Enel. Na ocasião os parlamentares ouviram toda a demanda e se comprometerem em levá-las ao Executivo.

O grupo de feirantes também participou da sessão da Câmara, onde os vereadores fizeram questão de ressaltar as demandas da categoria e demonstrar apoio. O vereador Rafael Peçanha, justificou sua falta na reunião, mas afirmou que a feira é uma luta de toda a Casa Legislativa.

"Fiquei muito feliz em ver a união desta Casa. Nós somos em 17 e nos dividimos para dar conta das duas demandas importantes. Eu não pude estar presente na reunião porque estava conduzindo uma reunião da CPI da Enel, assim como os demais vereadores. Mas, estamos juntos para conseguir resultados", frisou o vereador.

A vereador Letícia Jotta ressaltou a importância de um dialogo entre o Governo e os feirantes e relembrou o caso da Feira de São Cristóvão. "Sempre frequentei a feira de São Cristovão. Quando mudaram ninguém queria sair. Com muita luta foi feito um lugar maravilhoso e os feirantes estão felizes. Mas eles foram chamados uma, duas, que sejam dez vezes para conversar. Porque quem tem que tem que decidir onde ficará a feira são os feirantes", ressaltou a vereadora.

Para o vereador Adeir Novaes, o Prefeito terá que assumir essa demanda e ouvir a categoria para que a solução seja definida. "Há tantas coisas como saúde e educação para o prefeito se preocupar e tem que se preocupar com a feira, algo que poderia ser resolvido com um diálogo entre os feirantes e os representantes de Tamoios. Mas, infelizmente, ele está muito mal assessorado em Tamoios. Inclusive, chegou uma mensagem falando que a feira funcionou bem.  Mas, essa semana nós vamos da um ponto final. E o ponto final é fazer os feirantes voltaram para o lugar de onde nunca deveriam ter saído", frisou o vereador.

 

 

Prefeitura alega que mudança na feira visa segurança da população - De acordo com a Prefeitura, com a mudança de local, o trânsito na Rodovia Amaral Peixoto melhorou consideravelmente, diminuindo os congestionamentos e melhorando a travessia dos pedestres. A Avenida Independência também ficou desobstruída, diminuindo assim, os riscos de acidentes.

De acordo com o secretário de Agricultura, José Dias, a mudança de local da feira está pondo em prática as propostas de segurança que motivaram a mudança:

“A mudança foi pensada no sentido de melhorar a segurança de todos. E nesse primeiro momento, os resultados estão sendo satisfatórios. O trânsito melhorou em todos os aspectos. Gostaria de agradecer a todos os setores da subprefeitura de Tamoios pelo apoio nessa mudança. Eles são parte vital dessa engrenagem. E também ao organizador da feira, Abraão Marcos, que esteve lá desde às 2h da manhã para orientar os feirantes", conta o secretário.

Para o prefeito Dr. Adriano Moreno, toda mudança gera uma reação, mas as ações da Prefeitura são sempre visando o melhor para a população. “Sabemos que o ser humano reage às mudanças cada um à sua maneira. Mas todas as ações que a Prefeitura realiza são buscando o melhor para a população. Os próprios feirantes reconhecem isso, e a maioria apoiou a medida", disse o prefeito.


 

Mais lidas do mês