Mídias Sociais

Cidades

Famílias voltam ao acampamento Emiliano Zapata em São Pedro da Aldeia

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Nesta semana, o  acampamento Emiliano Zapata, em São Pedro da Aldeia, começou a ser reocupado pelas famílias rurais. A maioria dos assentados havia se retirado do local com medo, após um ataque realizado contra os trabalhadores.

O crime aconteceu no último dia 08 de julho. Na ocasião, seguranças de um fazendeiro local teriam invadido o assentamento e atirado contra alguns moradores. O ataque teria sido motivado pela disputa de terras e levou um trabalhador rural a óbito.

Alguns dias depois, agentes da Polícia Federal, Ministério Público Federal (MPF) e representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), estiveram no Acampamento para investigar a série de confrontos envolvendo os agricultores e criminosos, que passou a  fica a cargo do MPF e PF.

Na época, o Movimento Sem Terra chegou a emitir uma nota de repúdio, explicando que a fazenda está em processo de desapropriação há muito tempo “por não cumprir com a função social”.  O MST disse ainda que é inaceitável que a luta pela terra, direito legítimo garantido na constituição, seja mais uma vez criminalizada e violentada de forma tão brutal com o aparato do estado”.

 

Foto: Dirlei Pereira

Mais lidas da semana