Mídias Sociais

Cidades

Escolas de Macaé participam da maior feira de Ciências do Estado

Publicado

em

 

Daniela Bairros

Alunos da rede municipal estarão participando da  XIV Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro (FECTI), maior feira de ciências voltada para a Educação Básica do estado. Os quatro projetos selecionados pela comissão foram participantes do concurso Desafio Inovar, promovido pelo programa  InovareAprender. A equipe Serratec, da Escola Natálio Salvador Antunes,  foi primeiro lugar. Os alunos da unidade de Córrego do Ouro apresentaram o projeto "Irrigasol - Bombeamento Solar Inteligente para Irrigação". Já o segundo colocado foi "Protótipo de Massa do papel reciclado", da Escola Municipalizada Polivalente Anísio Teixeira (Costa do Sol).

Também foram classificados para Fecti, os projetos "Protótipo Mão Robótica" (INSG-Macaé) e "Influência das condições estratosféricas na diapausa como processo de seleção natural de zooplantom e fitoplancton" (Centro Educacional Batista Casimiro de Abreu), terceiro e quarto lugar, respectivamente.  Este ano, a Fecti será totalmente virtual e acontecerá de 2 a 5 de dezembro. A premiação da Feira contará com medalhas, troféus, bolsas de Iniciação Científica Júnior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) indicação para participar de feiras de ciências nacionais com alcance internacional.

A equipe Serratec já está comemorando  a participação. Composta pelos alunos Arthur Lemos Silveira, Gabrielly de Souza Romanhi e a professora orientadora Regina Junqueira, eles  apresentaram um projeto piloto de irrigação inteligente movido a energia solar. Desenvolvido em parceria com o curso de Engenharia do campus Macaé da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o trabalho destaca  a irrigação de uma plantação  com monitoramento da necessidade de água e energia do cultivo.

Já a equipe do "Polivalente Anísio Teixeira" é formada pelos alunos Ana Caroline de Araújo Barros, Ana Leticia de Amorim Arão, Julia Galvão Costa Paulino e a professora orientadora Erica Scheffel. Eles apresentaram um trabalho sobre a importância de automatização da reciclagem de papel, com destaque para proposta de otimização e verificação sobre o conhecimento da comunidade escolar quanto ao processo de reciclagem.

Vale lembrar que, mesmo de forma remota, a rede municipal também promoveu, este ano, junto aos alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, as feiras de ciências. A programação virtual envolveu estudantes em  pesquisas e trabalhos  diversificados, sugeridos pelos professores para produção em casa. Recentemente, as escolas  também puderam participar do concurso Desafio Inovar, com apresentação de  projeto de natureza investigativa ou de inovação,  com a temática socioambiental.

Crédito: Divulgação

 

Mais lidas da semana