Mídias Sociais

Cidades

Escolas de Macaé participam da maior feira de Ciências do Estado

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

Alunos da rede municipal estarão participando da  XIV Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro (FECTI), maior feira de ciências voltada para a Educação Básica do estado. Os quatro projetos selecionados pela comissão foram participantes do concurso Desafio Inovar, promovido pelo programa  InovareAprender. A equipe Serratec, da Escola Natálio Salvador Antunes,  foi primeiro lugar. Os alunos da unidade de Córrego do Ouro apresentaram o projeto "Irrigasol - Bombeamento Solar Inteligente para Irrigação". Já o segundo colocado foi "Protótipo de Massa do papel reciclado", da Escola Municipalizada Polivalente Anísio Teixeira (Costa do Sol).

Também foram classificados para Fecti, os projetos "Protótipo Mão Robótica" (INSG-Macaé) e "Influência das condições estratosféricas na diapausa como processo de seleção natural de zooplantom e fitoplancton" (Centro Educacional Batista Casimiro de Abreu), terceiro e quarto lugar, respectivamente.  Este ano, a Fecti será totalmente virtual e acontecerá de 2 a 5 de dezembro. A premiação da Feira contará com medalhas, troféus, bolsas de Iniciação Científica Júnior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) indicação para participar de feiras de ciências nacionais com alcance internacional.

A equipe Serratec já está comemorando  a participação. Composta pelos alunos Arthur Lemos Silveira, Gabrielly de Souza Romanhi e a professora orientadora Regina Junqueira, eles  apresentaram um projeto piloto de irrigação inteligente movido a energia solar. Desenvolvido em parceria com o curso de Engenharia do campus Macaé da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o trabalho destaca  a irrigação de uma plantação  com monitoramento da necessidade de água e energia do cultivo.

Já a equipe do "Polivalente Anísio Teixeira" é formada pelos alunos Ana Caroline de Araújo Barros, Ana Leticia de Amorim Arão, Julia Galvão Costa Paulino e a professora orientadora Erica Scheffel. Eles apresentaram um trabalho sobre a importância de automatização da reciclagem de papel, com destaque para proposta de otimização e verificação sobre o conhecimento da comunidade escolar quanto ao processo de reciclagem.

Vale lembrar que, mesmo de forma remota, a rede municipal também promoveu, este ano, junto aos alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, as feiras de ciências. A programação virtual envolveu estudantes em  pesquisas e trabalhos  diversificados, sugeridos pelos professores para produção em casa. Recentemente, as escolas  também puderam participar do concurso Desafio Inovar, com apresentação de  projeto de natureza investigativa ou de inovação,  com a temática socioambiental.

Crédito: Divulgação

 

Mais lidas da semana