Mídias Sociais

Cidades

Distrito de Tamoios, em Cabo Frio, terá um polo da Cruz Vermelha

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O Distrito de Tamoios, em Cabo Frio, passará a ter um polo da Cruz Vermelha. O projeto, que funcionará na subprefeitura de Tamoios, após uma parceria firmada entre as duas instituições, será um núcleo da filial da Cruz Vermelha em Rio das Ostras.

De acordo com a Subprefeitura, já neste sábado, 20, será realizado o primeiro curso ministrado pela Cruz Vermelha. O curso de primeiros socorros será realizado na Subprefeitura em dois turnos, manhã e tarde.

Além disso, em breve haverá cursos de: Brigada Mirim, Brigada Jovem e Primeiros Socorros. Ao todo, serão mais de 10 cursos com preços populares, oferecidos por profissionais da entidade, como: socorrista (90h), cuidador de idosos (160h), técnicas de necropsia (110h), curativos e feridas (8h), procedimentos injetáveis (8h), drenagem linfática básica e avançada, entre outros.

A Cruz Vermelha também está organizando uma grande ação social com oferecimento de diversos serviços como aferição de pressão, medição de glicose, etc. Palestras sobre primeiros socorros nas escolas também fazem parte do projeto, visto que ministrar técnicas de primeiros socorros nas unidades de ensino se tornou Lei Federal (13.722/2018).

Para a subprefeita de Tamoios, Tamires Carneiro, a parceria vai ser de grande importância para a qualificação e aprimoramento dos moradores em diversas áreas de atuação: “Com os cursos o morador vai poder se qualificar em uma profissão e terá mais chances no mercado de trabalho. Por isso essa parceria é tão importante, pois ela vai dar retorno para toda a sociedade, gerando conhecimento, emprego e renda”, conta ela.

A previsão é que o polo seja inaugurado até o fim do mês de julho.

 

Sobre a Cruz vermelha - Desde sua criação em 1863, o único objetivo do CICV tem sido assegurar a proteção e a assistência às vítimas de lutas e conflitos armados. Com sua ação direta no mundo todo, assim como incentivos à aplicação do Direito Internacional Humanitário e à promoção do respeito ao mesmo por parte dos governos e de todos os portadores de armas, a organização alcança seu objetivo. Sua história é a história do desenvolvimento das ações humanitárias, da aplicação das Convenções de Genebra e da trajetória do Movimento da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

Mais lidas da semana