Mídias Sociais

Cidades

Demissão dos comissionados resulta em economia de mais de R$ 4 milhões à Prefeitura de Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Mais de quatro milhões de reais foram economizados dos cofres da Prefeitura Municipal de Cabo Frio, nesses primeiros 16 dias do novo Governo Municipal. A economia se deu devido a redução na folha de pagamento, ocasionada pela demissão dos comissionados, que trabalhavam para a máquina pública.

A demissão dos comissionados foi um das primeiras medidas anunciadas pelo prefeito Adriano Moreno, assim que assumiu o Executivo, no último dia 18 de julho. No total, foram demitidos 1131 servidores em cargos comissionados, lotados em diversas secretarias. Além das exonerações, a Secretaria de Administração detectou no quadro de funcionários 428 servidores que não foram localizados e, portanto, cortados.

Segundo a secretária de Administração, Eliceia da Silveira, cada secretário municipal recebeu uma lista com os funcionários lotados nas secretarias no mês de junho e, a partir de um levantamento inicial, foi constatado o inchaço dos quadros. Um dos exemplos foi a Secretaria de Desenvolvimento da Cidade, que contava com 909 servidores, que custavam aos cofres públicos R$ 1.744.594,87. Já em julho, os números foram reduzidos para 174 servidores, que custam R$268.016,07.

“Nesse momento inicial fizemos uma análise geral e agora estamos estudando caso a caso. Queremos ser justos e fazer tudo dentro da lei. Cada centavo economizado já é alguma coisa”, disse Eliceia, que pensa em outras medidas de economia na administração municipal.

Para o Prefeito, essa economia na folha de pagamento, assim como outras que estão sendo adotadas, são fundamentais para um governo legal e transparente. “Estamos apenas começando a desatar esse nó. Nosso governo será pautado pela legalidade e pela justiça, além de estarmos trabalhando para dar o melhor destino aos recursos públicos”, frisou o Prefeito.

 


 

Mais lidas do mês