Mídias Sociais

Cidades

Criação da APA do Mangue de Pedras, em Búzios, é oficializada

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A Área de Proteção Ambiental do Mangue de Pedras (APA Mangue de Pedras) está oficialmente criada em Búzios.     Na última semana, foi assinado o decreto nº1059, publicado no Boletim Oficial e realizada uma cerimônia de oficialização do ato.

A partir de então, a área de 75 hectares passa a receber uma atenção especial da Prefeitura para a preservação dos remanescentes de Mata Atlântica e ecossistemas associados da região das baixadas litorâneas, bem como recuperar as áreas degradadas ali existentes. Além disso, com a criação da APA a ideia é manter populações de animais e plantas nativas e oferecer refúgio para espécies migratórias raras, vulneráveis endêmicas e ameaçadas de extinção da fauna e flora nativas; preservar restingas, florestas atlânticas, vegetação xerofítica, cordões arenosos, costões rochosos, formações geológicas notáveis e sítios arqueológicos contidos em seus limites.

A instituição desta APA é uma antiga aspiração da população local. A decisão em transformar a área em APA, considerou o aspecto sustentável desta unidade de conservação, prevista no Sistema Nacional de Unidade de Conservação, onde poderão ser exercidas as atividades de visitação, recreação, interpretação, educação e pesquisa científica, além de possibilitar o desenvolvimento do turismo ecológico no seu interior.

“Acredito que esse é um momento histórico por unir de forma concreta a luta travada a tantos anos pelos ambientalistas e pela sociedade civil ao Poder Público. Um vitória que não é só para o Meio Ambiente, mas também para a Cultura, a História e o Turismo.", reafirmou o secretário de meio ambiente Hamber Carvalho.

O Mangue de Pedras é um ecossistema raro que compõe um dos três últimos exemplares existentes no mundo e está localizado na parte continental do município, entre a Praia Gorda e Ponta do Pai Vitório, no histórico bairro Rasa, formado originalmente por quilombolas.

“Sempre digo que Búzios já seria tudo que é para o país só pela grandeza e importância do que temos aqui nesta área do município, o bairro Rasa e suas riquezas culturais, históricas e ambientais, tendo o Mangue de Pedras como símbolo maior. Vale lembrar que em 2013 revogamos a licença daquele empreendimento monstruoso que seria realizado aqui e só destruiria todo esse ecossistema.”, reforçou o prefeito André.

Vale lembrar que todas as atividades econômicas sustentáveis, só poderão ser iniciadas, após a criação do plano de manejo participativo, mediante a criação do Conselho Gestor, que serão realizadas ao longo de cinco anos. Neste tempo fica vetado qualquer nova construção na zona de abrangência da APA.

 

 

 


 

Mais lidas do mês