Mídias Sociais

Cidades

Cidades da Região dos Lagos são atingidas por fortes chuvas

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Um temporal iniciado na noite desta quarta-feira, 07, afetou diretamente as cidades da Região dos Lagos. Alguns pontos de alagamento foram identificados, outros ainda podem ocorrer, já que a previsão é que a chuva continue nesta sexta-feira, 09.

Em Búzios, motoristas e pedestres encontraram muita dificuldade em transitar pelas ruas de diversos bairros. No Centro da cidade muitas vias estavam alagadas, principalmente na altura do ponto rodoviário da 1001, no local, formaram-se bolsões d’água. Já nos bairros Manguinhos e Geribá, principalmente na Rua das Flores e na Rua Celeste da Costa,a água alcançou uma altura considerável e entrou em residências, que amanheceram alagadas.

Diante da situação delicada a Prefeitura de Búzios, por meio da Secretaria de Serviço Público, está atendendo aos pontos de alagamento no bairros através de caminhões de sucção que estão indo diretamente às residências, principalmente no bairro das Cem Braças, bairro está abaixo do nível do mar. O bairro está recebendo uma atenção especial, já que desde 2013 é utilizado um sistema de drenagem eletrônico com bombas de sucção que impedem que os moradores do bairro voltem a sofrer com alagamentos.

Na Rua Celeste da Costa, houve acumulo de água nos quintais dos moradores que têm suas casas abaixo do nível da rua, e foi prestado o auxílio necessário.

Em Tamoios, Distrito de Cabo Frio, muitas ruas foram afetadas já que grande parte das vias do Distrito não são pavimentadas, com isso, o acumulo de lama é intenso, o que dificulta a passagem de pedestre e veículos, que temem atolar. Alguns trechos da Avenida da Independência, via lateral a Rodovia Amaral Peixoto, também ficaram alagados.

A Avenida Victor Rocha, no Jardim Caiçara, também ficou alagada. Com isso, os ônibus tiveram que alterar a rota por dentro do bairro.

A Prefeitura emitiu uma nota alertando a população sobre os riscos de alagamento na cidade. Segundo município, além do grande volume pluvial, alguns pontos de enchentes são causados pelo entupimento dos bueiros. "A Prefeitura, por meio da Comsercaf (Companhia de Serviços de Cabo Frio) realiza manutenções periódicas nas redes pluviais, mas é necessária a colaboração da população com o descarte correto do lixo", destacou o comunicado.

Em Araruama, cidade onde é freqüente os registros de alagamento, a situação também ficou complicada. A água chegou a afetar parte de um posto de saúde.

Vale lembrar que o INMET emitiu alerta vermelho para as cidades, com previsão de chuva superior a 60 mm/h ou acima de 100 mm/dia.


 

Mais lidas do mês