Mídias Sociais

Cidades

“Café com Educação” promove terceiro encontro no bairro de Caxias em Quissamã

Publicado

em

 

Encontro reuniu pais e responsáveis por alunos, equipe docente da unidade escolar e a prefeita

 

 

O Centro Municipal de Educação Infantil Manoel Ribeiro, no bairro Caxias, sediou, na manhã desta terça-feira (29), o terceiro encontro do Projeto “Café com Educação”, que reuniu pais e responsáveis por alunos, equipe docente da unidade e a prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco.

A coordenadora de Ensino da secretaria de Educação, Helena Lima, destacou a importância da presença dos pais na escola. “Esse contato tem que ser permanente, com troca constante de experiências. Nas creches, todo dia é repleto de novidades. É uma fase de descobertas”, ressaltou.

Para a diretora da Divisão de Creche, Gilcilene Lourenço, a aproximação com a comunidade reforça os laços e o desejo de implementar uma educação de qualidade. “A cada encontro percebemos, através dos relatos das famílias, que diariamente vivenciamos situações comuns. Quando se trata de educar e cuidar, as necessidades e reflexões caminham juntas”, completou.

“Temos que discutir o papel da família nos tempos atuais. É preciso resgatar o diálogo, o abraço, o acolhimento. As pessoas estão próximas, mas não interagem. O celular e o mundo virtual inibem as conversas. Isso empurra as crianças para o que está nas ruas e elas ficam vulneráveis”, afirmou Fátima, acompanhada pelo subsecretário municipal de Educação, Ailson Belarmindo, da diretora da CMEI Manoel Ribeiro, Marilúzia Massena, e da diretora adjunta Cláudia Ludgério.

A prefeita ouviu relatos dos presentes, com destaque para questões envolvendo opções para ocupação do tempo livre dos alunos, oferta de atividades extracurriculares e a necessidade do incentivo aos estudos. “Encontramos o município com praças abandonadas, programas sociais suspensos, dívidas e queda na arrecadação, entre outros problemas. Conseguimos dobrar o número de alunos nas escolinhas esportivas, iniciamos cursos de qualificação profissional, em parceria com o Senai, e agora analisamos a possibilidade de implantar um programa de estágio remunerado, envolvendo jovens de 14 a 18 anos”, exemplificou.

Após a conversa, com muitas propostas discutidas, todos participaram de um café da manhã. O projeto já foi realizado na Creche Rachel Francisca, no Centro, e no Centro Municipal de Educação Infantil Raquel Maria, em Santa Catarina. As demais escolas serão agendadas posteriormente.

 

Mais lidas da semana