Mídias Sociais

Cidades

Cabo Frio tem reunião para planejamento do Carnaval de 2018 nesta quarta-feira (19)

Publicado

em

 

Em seguida a secretaria de cultura fará uma outra reunião sobre o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial

Nesta quarta-feira, 19, a secretaria de Cultura de Cabo Frio realizará duas reuniões, no Charitas, para tratar de demandas da cidade. A primeira reunião visa definir alguns pontos do Carnaval 2018, enquanto a segundo tratará sobre o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial.

De acordo com a Secretaria de Cultura, estão convidadas agremiações de carnaval, blocos e escolas de samba, além de todos os profissionais que trabalham com o carnaval, bem como profissionais da imprensa para o primeiro encontro, que acontece às 17h. Na pauta da reunião está o anúncio de projetos da Secretaria de Cultura para o carnaval 2018, que serão discutidos e avaliados, além do anúncio da data do primeiro seminário sobre carnaval, que será definida na reunião.

De acordo com o secretário de Cultura, Ricardo Machado, a reunião é uma resposta aos profissionais do segmento do carnaval. “Objetivo dessa reunião é responder ao ofício da associação das escolas de samba, no qual foi solicitado o planejamento para o carnaval do ano que vem. O encontro é aberto para quem quiser acompanhar o planejamento do carnaval 2018”, conta o secretário.

Em seguida, às 18h, acontece uma reunião plenária de conclusão do anteprojeto de criação do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Cabo Frio. A expectativa é que compareçam representantes da sociedade civil, assim como representações do movimento negro organizado, comunidades tradicionais de matriz africanas, candomblecistas, umbandistas, grupos de jongo, capoeiristas e outros segmentos de expressões culturais afrobrasileiras.

Fruto de várias reuniões, o texto da lei do Conselho - que vem sendo construído com a participação civil e de representações do Governo - terá composição paritária e tem por objetivo debater, propor e deliberar sobre as políticas públicas de promoção da Igualdade Racial no município; combater o racismo, a discriminação racial, desconstruir preconceitos, reduzir as desigualdades  raciais, inclusive no aspecto econômico, financeiro, social, político e cultural.

A expectativa do Gestor de Promoção da Igualdade Racial da Secretaria de Cultura, Manuel Justino, é de que a plenária seja de ampla representatividade e que na ocasião seja concluída a redação final da lei de criação do Conselho.

" O governo tem sido mais efetivamente representado neste processo de construção do conselho pelas secretarias de Educação e de Assistência social, por seus respectivos órgãos. Nosso Conselho deve ser construído a partir da realidade do nosso município e da nossa configuração social", afirma Justino.

 

 

Mais lidas da semana