Mídias Sociais

Cidades

Cabo Frio avança no processo para implantação da marcação de consultas informatizada

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O município de Cabo Frio deu mais um passo para a implantação da marcação de consultas informatizada. Na última semana, foi encerrada a segunda fase com treinamento de profissionais de todas as unidades de saúde e de cinco centros de especialidade.

De acordo com a Prefeitura participaram da capacitação, profissionais do Centro de Saúde Oswaldo Cruz, Central de Marcação de Consulta do Braga,  além do PAM de São Cristóvão e de Santo Antônio e do Posto de Saúde de Unamar, no segundo Distrito. Eles foram orientados sobre como funciona o sistema; sobre como será feito o cadastramento do morador na plataforma; como as vagas serão cadastradas por cada unidade no sistema, como será feita a marcação da consulta e a solicitação de consulta.

Além disso, a capacitação abordou a forma de acolhimento do morador pelos profissionais, ou seja, quais documentos necessários para que o usuário seja inserido no sistema, para comprovar residência, para emitir cartão do SUS entre outras ações. Essas demandas passarão a ser realizadas pelas unidades de saúde.

De acordo com a secretaria de saúde, esse processo de informatização visa facilitar o acesso da população e oferecer mais comodidade. Além de fazer com que as ofertas de vagas da rede municipal de saúde estejam visíveis para todas as unidades, já que cada unidade poderá fazer a marcação de consulta de acordo com as vagas disponíveis na rede municipal de saúde.

“Este é um passo importante e necessário para melhorarmos o atendimento de saúde em Cabo Frio porque traz comodidade ao morador na hora de marcar as consultas e facilita a visão geral das vagas", explicou o secretário de Saúde, Márcio Mureb.

 

Sobre o processo - A marcação da consulta será realizada por um software implantado pela Eco Sistemas, do Rio de Janeiro, em conjunto com o área de Projetos do Departamento de Controle, Avaliação e Auditoria da Secretaria de Saúde de Cabo Frio. A ferramenta é o Sistema Estadual de Regulação (SER), o mesmo utilizado pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES/RJ).

Com a informatização, o morador vai poder marcar as consultas no Posto de Saúde mais próximo da sua residência em vez de se dirigir a Central de Marcação, que será fechada após o período de transição.

Obrigatoriamente, o morador deverá ser atendido pelo clínico geral, que fará o encaminhamento para o especialista. Vale destacar que no próprio Posto será feito o agendamento tanto para o atendimento com o clínico quanto para o especialista. As marcações serão realizadas conforme a disponibilidade de vagas de toda a rede municipal de saúde, já que o sistema possibilita a visão geral das vagas.


 

Mais lidas do mês