Mídias Sociais

Cidades

Barracas que utilizam produtos inflamáveis serão retiradas das praias e ruas de Cabo Frio até sábado (03)

Publicado

em

 

Um decreto foi publicado pelo Prefeito proibindo a utilização de produtos infláveis, após um acidente com um dos carrinhos. 

Até sábado (03) , as barracas que utilizam botijões de gás, carvão e outros produtos inflamáveis devem ser retiradas das ruas e praias de Cabo Frio. Desde o dia 30, um decreto publicado pelo Prefeito Marquinho Mendes proibiu o uso desses mecanismos.

A medida antecipa a recomendação do Ministério Público e do 18º GBM, que teria permitido a utilização desses meios até o dia 02 de abril, após muita insistência dos comerciantes, que alegaram a importância do trabalho durante a alta temporada.

Porém, a antecipação foi motivada após um acidente ocorrido no início da semana, quando um carrinho de pizza pegou fogo e deixou uma pessoa ferida.

Os quiosques também foram citados no decreto e devem, o mais rápido possível, buscar a legalização junto ao Corpo de Bombeiros para atender as normas e continuarem funcionando.

Decisão não agrada a todos – Os ambulantes que trabalham com esse tipo de material não gostaram da notícia e alegam estarem preocupados em como a situação os afetará.

O vereador Silvio Blau Blau (PSC), que sempre foi um defensor dos ambulantes utilizou as redes sociais para expor sua opinião com relação ao assunto. O mesmo alegou que muitos comerciantes já fizeram estoque para o Carnaval e que a decisão causa um grande prejuízo.

Além disso, o mesmo comparou o acidente com a barraca a um acidente com barco, onde apesar do ocorrido, a atividade não foi paralisada.

“Outros acidentes fatais já ocorreram, como por exemplo: o acidente em que levou a vida de uma criança e o acidente náutico Tona Galea que ocor­reu há mais de 10 anos viti­mando 15 pessoas. Entretanto essas atividades não foram impedidas de trabalhar, por que então não dar uma chance ao trabalhador mais frágil do município”, postou Bla Blau.


 

Mais lidas do mês