Mídias Sociais

Cidades

Aumento da violência e descaso do poder público desanima moradores de Tamoios, distrito de Cabo Frio, que pensam em se mudar

Avatar

Publicado

em

 

O aumento da violência junto ao total abandono do poder público tem desestimulado os moradores de Tamoios, no segundo distrito de Cabo Frio. É cada vez mais comum encontrar casas a venda ou mesmo ouvir comentários pelas ruas sobre o anseio de ir para outra Região.

Morador há mais de 15 anos, mas apaixonado pelo distrito há quase 30, Paulo Henrique é um dos que não consegue mais alimentar sua esperança de que Tamoios uma dia se desenvolverá de forma adequada. Sua casa está à venda e as pesquisas por residências em outras cidades segue firme.

“Morei com meu pai em Tamoios há quase 30 anos atrás, quando só tinha mato. Depois que ele morreu, eu voltei para o Rio de Janeiro, e a uns 15 anos atrás eu decidi me mudar para cá novamente, por conta do aumento da violência no Rio, tinha uma filha pequena e pensei muito nela quando decidi me mudar. Mas hoje, minha vontade de sair de Tamoios não tem só como motivação o aumento da violência, que por sinal está dando medo, mas também o descaso do poder público. Nenhum prefeito nunca olhou pelo segundo distrito, e sinceramente, não acredito que mesmo que outro prefeito seja eleito, que o quadro mudará, e isso desanima muito. É só eu conseguir vender minha casa, que vou arrumar um canto em outro canto”, afirmou o comerciante.

A descredibilidade política chegou a um ponto difícil de se reverter em todo o país, mas em Tamoios, o problema é muito mais antigo, e por isso, o sentimento de descrença tende a ser maior. Também morador antigo de Tamoios, Carlos Tadeu, sempre foi envolvido nas questões que poderiam de alguma forma melhorar o local, participou de comissão de moradores, partidos, dentre outras ações, mas afirma que seu ânimo está acabando.

“Eu já pensei em vender tudo e ir embora, mas eu gosto de Tamoios. O problema que é impossível enxergarmos o descaso e ficarmos calados, sofremos com isso. Durante anos, Tamoios foi a renda de Cabo Frio e nunca recebeu nada por isso, agora, a cidade está falida e temos menos ainda. A decisão para um prefeito na próxima eleição é bem difícil, não temos opções que nos tragam esperança. Eu sinceramente, dessa vez estou acreditando em um vereador, que possa ser um canal mais direto para cobrarmos, se não der certo, ai eu vou embora”; finalizou.

Também morador de Tamoios, Paulo Mauricio afirma que tem se arrependido muito de ter se mudado.  “Pior coisa que fiz foi vim morar aqui, sem saúde, segurança, lixo podre pelas ruas, escuridão total. E a culpa e de quem vota aqui, deixando sempre os mesmos governar, isso só vai mudar quando virar município”, lamentou.

Voltando a violência, muitas pessoas que se mudaram do Rio de Janeiro para Tamoios, buscando se afastar da violência, já compara os dois lugares. Como é o caso do comerciante Cacá. “Quando eu vim morar em Tamoios era uma roça, todo mundo se conhecia e sabíamos quem era quem. Hoje, você anda vigiando, desconfiando de todo mundo, está impossível. Eu estive na minha cidade esses dias, mal eu cheguei lá já fiquei sabendo de duas mortes aqui. Como viver em um lugar assim?”, questionou.

 

Mais lidas da semana