Mídias Sociais

Cidades

13 toneladas de sal serão utilizadas na confecção de tapetes de Corpus Christi, em Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O município de Cabo Frio já está se preparando para a celebração de Corpus Christi, no próximo dia 20. Nesta quinta-feira, 13, foi realizada uma reunião com representantes da Comsercaf, Guarda Municipal, Coordenadoria de Posturas, Conselho Tutelar e Secretaria de Turismo de Cabo Frio, juntamente com membros das polícias Civil, e Militar e da Paróquia de Nossa Senhora da Assunção, com o intuito de ajustar os últimos detalhes.

A previsão é que haja dois pontos de montagem de tapetes: Na Avenida Assunção, no Centro da Cidade e na Avenida Independência, em Aquarius, 2º Distrito. Ao todo serão confeccionados 78 tapetes.

O transporte das cerca de 13 toneladas de sal ficará sob a responsabilidade da Comsercaf. Em Tamoios o material será descarregado na quarta, 19, véspera da celebração. Já no Centro da cidade, o sal será entregue na quinta, 20, às 6h. Após a celebração, às 20h, o material retornará para a empresa doadora, onde será reaproveitado.

Para garantir a segurança e impedir atos de vandalismo, 3 torres de observação serão instaladas na Avenida Assunção, onde a Guarda Municipal, agentes da Coordenadoria de Posturas e as polícias Civil e Militar atuarão  no monitoramento da área. Um micro-ônibus será utilizado para recolher adolescentes desacompanhados dos responsáveis, e adultos, que utilizarem as tintas para pintar pessoas e os equipamentos públicos.

“A Prefeitura vai disponibilizar toda a infraestrutura necessária para a realização do evento. Essa é uma data importante para o calendário turístico de Cabo Frio e uma tradição religiosa que faz parte da história da cidade”" afirmou Dario Guagliardi, presidente da Comsercaf.

A igreja calcula que cerca de 700 pessoas participarão da confecção dos tapetes. Todos os participantes receberão um crachá de identificação.

“Todos os anos celebramos o ponto central da nossa vida de fé, que é a Eucaristia, mas infelizmente nos anos anteriores aconteceram ações de desordem e queremos evitar que isso ocorra novamente. Esperamos que o turista e as famílias cabo-frienses possam caminhar junto conosco e fazer parte dessa grande festa eucarística com segurança”, explica o padre Marcelo Chelles.

Mais lidas do mês