Mídias Sociais

Caderno D

Promovendo uma viagem pela história e pela diversidade cultural brasileira, espetáculo estreia no Trianon de Campos

Avatar

Publicado

em

 

Crianças e adultos de Campos terão a chance de passear por momentos históricos do país, como a chegada de Pedro Álvares Cabral à Bahia e os tempos do ouro em Minas Gerais

A programação pelos 20 anos do Teatro Municipal Trianon, em Campos dos Goytacazes, continua neste sábado, 28, com a apresentação, às 17h, do espetáculo carioca Cavaleiro da Rosa dos Ventos, que promete leva crianças a viajarem pelas regiões do Brasil.

Focado em demonstrar a dimensão e a diversidade da natureza e das manifestações culturais brasileiras da população brasileira ao público infantil, o espetáculo da Cia Sempre em Cena, do Rio de Janeiro, viaja pelas 5 regiões do país.

O espetáculo, de aproximadamente uma hora, trata de um curioso viajante que, em busca de sua identidade, compactua com a plateia suas aventuras pelas raízes brasileiras a fim de explorar o universo musical, os costumes, os biomas, as histórias e curiosidades culturais de cada localidade.

“A Cia Sempre em Cena trabalha todos os seus espetáculos com propósito pedagógico e de formação de plateia para levar apresentações de espetáculos teatrais para qualquer espaço de tempo e de lugar, despertando nas crianças o interesse pelas várias facetas da vida. Essa vivência lúdica desperta o olhar poético e a opinião crítica do público, criando a possibilidade de reflexão a partir do lugar do outro, desenvolvendo assim, a tolerância, a compreensão e a generosidade”, explica o diretor e ator responsável pelo espetáculo, Marcelo Demarchi.

De forma alegórica, com a sua bicicleta, o Cavaleiro da Rosa dos Ventos revela os elementos necessários para compor a cenografia de cada expedição, do sertão do Ceará ao Carnaval carioca, de São Paulo à deliciosa disputa entre o azul e o vermelho dos bois Garantido e Caprichoso.

Não contida no espaço, a viagem segue também pelo tempo, passeando pela chegada de Cabral à Bahia, e pelos tempos do ouro em Minas Gerais, quando o viajante retorna de cada expedição com a mala cheia de novidades para apresentar ao público campista, nesta viagem pela história viva do Brasil.

Mais lidas da semana