Mídias Sociais

Artigos

Saúde Mental: “Essa moda pega”

Avatar

Publicado

em

 

Nosso velho hábito  não permite que nos preocupemos com a nossa saúde mental de forma precisa. Acordamos todas as manhãs e nem sequer nos perguntamos como estamos para lidar com o nosso dia. Em algumas das vezes, não nos sentimos bem e desconhecemos aquilo que o nosso corpo expressa.

Temos o hábito de acreditar que tudo o que sentimos não passa de esgotamento físico ou cansaço matinal. E por esse motivo, junto da famosa “falta de tempo”, não buscamos as devidas causas para esses efeitos. Existe um grande tabu referente à saúde mental, ocasionando um grande índice de transtornos psíquicos que podem ser tratados e acompanhados corretamente e muita das vezes, prevenidos, mas que desenvolvem por conta do desconhecimento populacional. De acordo com o DSM-V (Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), podemos citar:

Transtorno de Ansiedade, como Síndrome do Pânico, Ansiedade Generalizada, Estresse ou Fobia; Transtornos Depressivos, em que há vários tipos de depressão; Transtorno Obsessivo-compulsivo;Transtorno de Estresse Pós-Traumático; Transtornos da Personalidade, como dos tipos Paranóide, Antissocial, Borderline, Histriônica ou Narcisista, por exemplo; Transtornos relacionados ao uso de substâncias, como drogas ilícitas, álcool, medicamentos ou cigarros, por exemplo; Transtornos do Neurodesenvolvimento, como deficiências intelectuais, Transtornos da Comunicação, Transtornos do Espectro Autista, Déficit de Atenção e Hiperatividade ou alterações dos movimentos; Transtornos de Somatização, em que o paciente apresenta queixas físicas sem motivo aparente; Disforia de Gênero, relacionada ao desenvolvimento sexual; Transtornos Disruptivos, do Controle de Impulsos e da Conduta, como Cleptomania, Piromania ou transtorno explosivo;Disfunções Sexuais, como ejaculação precoce ou retardada; Transtorno do Sono-vigília, como Unsônia, Hipersonolência ou Narcolepsia

Além dos já citados, existem outros fatores relacionados a problemas sociais, educacionais, profissionais ou econômicos que podem desencadear uma série de males a saúde física e mental. É ideal que de uma forma preventiva, fiquem atentos aos sintomas, não para o uso de um diagnóstico, mas para que possam buscar ajuda específica de um profissional de qualidade, que venha acompanhar o caso e direcionar corretamente. Você já parou para pensar em você hoje? Entenda oque seu corpo quer externar. Boa semana e até a próxima. Dúvidas, sugestões e esclarecimentos podem ser enviados para o e-mail contido no início do artigo.

 

Kimily Marinho da Silva – Psicóloga Cognitiva Comportamental

Kimily__marinho@hotmail.com

Soraya Karyme Carvalho de Jesus – Psicóloga  Clínica Analítica 

skaryme_psi@yahoo.com.br

Mais lidas do mês