Mídias Sociais

Polícia

PRF iniciou a Operação Natal nas rodovias do Rio de Janeiro

Publicado

em

 

Mobilização irá de sexta até a próxima terça-feira (25) em todas as estradas federais

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciará a Operação Natal nas rodovias federais que dão acesso ao estado do Rio de Janeiro. O foco será a prevenção de acidentes de trânsito, com ações de fiscalização e educativas. O reforço no policiamento começa nesta sexta-feira e segue até a próxima terça-feira (25), quando muitos estarão retornando para suas residências.

O período de festas natalinas é um dos mais movimentados do ano nas rodovias federais. O aumento do fluxo de veículos impacta na violência no trânsito. O policiamento será reforçado em locais com maior movimento e alto índice de acidentes, em dias e horários específicos, de acordo com as estatísticas. O objetivo é coibir a prática de infrações para redução dos acidentes e da gravidade deles.

Haverá ações educativas e de fiscalização nas rodovias Presidente Dutra (BR-116), Washington Luiz (BR-040), Ponte Rio-Niterói (BR-101), Rio-Santos (BR-101), Rio-Teresópolis (BR-116), Lúcio Meira (BR-393), Niterói-Manilha (BR-101) e Governador Mario Covas (BR-101). O excesso de velocidade, a embriaguez ao volante, as ultrapassagens indevidas, motocicletas irregulares, a não utilização do cinto de segurança, entre outras, estarão entre as principais condutas a serem coibidas pelos policiais. Em caso de emergências nas rodovias federais, a PRF deve ser acionada através do telefone 191.

Orientações

A PRF orienta os motoristas que façam um planejamento prévio para uma viagem mais segura, programando a duração, incluindo as paradas para abastecimento, descanso e alimentação. Manter cautela a todo instante é de extrema importância, pois a maioria dos acidentes ocorre por falta de atenção do motorista. Assim como a sinalização que deve ser respeitada, ela serve para tornar a viagem mais segura. Principalmente em relação à velocidade, que jamais deve ser excedida. Quando o veículo está em alta velocidade, qualquer descuido pode ser fatal.

Tânia Garabini


 

Mais lidas do mês