Mídias Sociais

Destaque

Vídeo: Casas construídas em área de preservação começam a ser demolidas em Macaé

Bertha Muniz

Publicado

em

 

A ação foi determinada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).  A suspeita é que traficantes estavam sando as casas como ponto de tráfico de drogas. 

A prefeitura de Macaé iniciou, na manhã desta quarta-feira (5), o processo de demolição de imóveis construídos na Rua W30, no Lagomar, que compõe a Zona de Amortecimento do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba. Cerca de 60 casas que foram erguidas no entorno da área de preservação ambiental, já haviam sido liberadas em dezembro de 2017.

A ação foi determinada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).  A suspeita é que traficantes estavam sando as casas como ponto de tráfico de drogas.  Os moradores dos antigos imóveis foram encaminhados para o Conjunto Habitacional Carlos Emir Mussi, no Bosque Azul. A Polícia Militar deu apoio às ações de demolição, que se estendem até sexta-feira (7).

O Condomínio Bosque Azul é fruto de uma parceria com o Governo Federal. Além de famílias do Lagomar, as unidades foram construídas para beneficiar pessoas que vivem em áreas de riscos na cidade, como a comunidade Águas Maravilhosas, na Linha Azul, e na Ladeira de Santana, no Morro de Santana.

A primeira fase foi inaugurada em 2016. Os apartamentos foram construídos em blocos, com 16 apartamentos em cada. As unidades têm 40 metros quadrados, dois quartos, sala, cozinha e banheiro. As quadras têm infraestrutura de esgotamento sanitário e águas pluviais; asfaltamento; calçadas e iluminação pública. Assista ao vídeo:

 

 

Mais lidas da semana