Mídias Sociais

Destaque

Novo secretário de Segurança Pública de Macaé afirma que irá tornar Guarda Municipal uma referência no estado

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Daniel Bandeira, já foi titular da 123ª DP (Macaé) e por isso já possui uma extensa bagagem sobre os assuntos que tangem a segurança no município. 

O delegado da Polícia Civil, Daniel Bandeira, ex-coordenador Regional da Polícia do Interior (CRPI), é o novo secretário de Segurança Pública de Macaé. A posse ocorreu na manhã desta quinta-feira (4), na sede da Guarda Municipal, no bairro Botafogo.

Bandeira assumiu o cargo no lugar de Sebastião Carneiro, que deixou a secretaria. O novo secretário já foi titular da 123ª DP (Macaé) e por isso já possui uma extensa bagagem sobre os assuntos de sua pasta.

Além dele, tomaram posse o novo secretário adjunto de Segurança, Marco Antônio de Lima Moura, e o comandante da Guarda Municipal, Antônio Carlos Rodrigues. O evento contou com a participação de representes do Executivo, Legislativo, Polícias Federal, Civil e Militar, além do Corpo de Bombeiros.

Ao assumir o cargo, Daniel Bandeira anunciou algumas novidades. Uma delas é a unificação da secretaria de Ordem Pública com a Mobilidade Urbana, reduzindo assim o número de cargos comissionados e tornando a máquina pública mais enxuta e eficiente. Além disso, a secretaria dará prosseguimento a um convênio, assinado entre o prefeito Dr. Aluízio e o comando da Polícia Militar, que garantirá a chegada de mais 60 policiais militares para reforçar o policiamento ostensivo na cidade.

O novo secretário afirmou também seu compromisso em regulamentar a lei 13.022/14 sobre o Estatuto da Guarda Municipal, além da criação do Código de Conduta. Outra novidade é que a cidade vai contar com 300 câmeras de segurança, de última geração, que reforçará a central de monitoramento da cidade.

“Pretendemos tornar a Guarda Municipal um verdadeiro ator da área de segurança, com proatividade, com participação, com dinamismo. Vamos criar um setor de monitoramento em tempo real com reconhecimento facial, de veículos e características, com links em tempo real com as polícias Militar e Civil, além de diversas outras ações e ferramentas que serão implantadas. Assumo um grande compromisso, mas eu tenho certeza de que a Guarda Municipal de Macaé irá se tornar uma grande referência em todo o estado”, afirmou Bandeira, destacando ainda um dos desafios a serem encarados dentro da pasta.

“O nosso maior desafio é fazer com que os guardas municipais não sejam mais meros guardadores do patrimônio público, não que essa não seja uma demanda importante. Mas nós precisamos dar um passo a frente, precisamos de uma guarda que fechada com a Polícia Militar na área de prevenção, uma guarda fechada com a Polícia Civil na área de informação, uma guarda que se preocupe em que a sociedade tenha a quem procurar em situações de risco”, avaliou o novo secretário.

O trabalho de integração entre a PM e a guarda já começou a ser feito. De acordo com o subcomandante do 32º Batalhão de Polícia Militar (32º BPM), tenente- coronel Estevam, a análise da mancha criminal do município vem sendo repassada à GM, que tem se unido à PM no combate a criminalidade.

“Sem dúvidas essa parceria vem para agregar e muito. Nós temos feito no período da noite operações de visibilidade e abordagem, juntos com agentes da GM, o que já resultou em uma grande diminuição dos índices de roubos no município”, relatou Estevam.

Prefeito, Dr Aluízio, reunido com autoridades de segurança pública durante cerimônia.

O delegado titular da 123ª Delegacia Policial de Macaé (123ª DP), Dr. Filipi Poeys, destacou a importância da integração de cada setor na municipalização da segurança pública.

“Acredito que o Dr. Daniel irá fazer um bom trabalho, pois ele tem muita experiência e já viveu tudo na polícia. A ideia da integração é necessária hoje, porque com a tendência da municipalização da segurança pública, esse é um posicionamento que vai ao encontro dos anseios sociais. A Polícia Civil está de portas abertas para somar nesta nova etapa”, avaliou Poyes.

O prefeito de Macaé, Dr Aluízio, categorizou ser essa uma pauta que aflige a sociedade como um todo. “Estamos implementando a maior política de segurança pública da região, associadas à PM, Polícia Civil e Polícia Federal. Não é simplesmente mudar o secretário, é mudar tudo o que se pensa em segurança para uma cidade. Acredito que estamos caminhando naturalmente para a municipalização do setor”, pontuou o prefeito.

Também atendendo a um convênio fechado com o Estado, Macaé ganhará em breve uma Delegacia de Homicídios, que contará com o reforço de 200 agentes da Polícia Civil, reforçando o trabalho de investigação e inteligência no combate ao crime.

 

Fotos: Rui Porto Filho

Mais lidas do mês