Mídias Sociais

Denúncia

Grávida tem atendimento negligenciado no Hospital da Mulher de Cabo Frio mesmo prestes a dar à luz

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Uma mulher grávida, prestes a dar a luz a um bebê, teve o atendimento negligenciado no Hospital Municipal da Mulher de Cabo Frio neste domingo (27). A família de Thamyres Souza conta que ela e o esposo estiveram cerca de cinco vezes na unidade de saúde. A gestante relatava sentir muitas dores e contrações seguidas. "Ela passou o Natal sem nenhuma resposta. Falavam que a dor era normal por ser o primeiro filho e davam remédio", relembra o irmão Ítalo Oliveira.

Na manhã de domingo, Thamyres voltou ao hospital e "disseram pra ela andar para dilatar, porque o tampão já tinha saído, mas não estava legal para ter o parto. Voltamos para casa e fiquei com ela fazendo exercícios". Por volta das 15h, Ítalo recebeu uma ligação da irmã, que "estava chorando de dor". Novamente eles retornaram ao Hospital da Mulher e foram mandados de volta para casa.

Thamyres desmaiou na porta da unidade de saúde, dando início a uma confusão: "uma funcionária chegou e nos xingou verbalmente, chamou de favelado, fez gestos com os dedos. Todos que estavam ali no momento tentavam socorrer minha irmã". A Polícia Militar precisou ser acionada.

A família ficou no local até 23h50 esperando que Thamyres fosse medicada e encaminhada para a sala de parto, mas nada foi feito. Por fim, a gestante foi socorrida no Hospital da Missão, em São Pedro da Aldeia, onde foi devidamente medicada, segundo Ítalo. Nossa equipe de reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Cabo Frio, mas não obteve retorno até o fechamento dessa matéria.

Mais lidas da semana