Mídias Sociais

Saúde

Ansiedade e aumento de peso na pandemia: Dra Giani Rambaldi fala sobre sintomas e como lidar

Publicado

em

 

Não é campanha de final de ano (Natal e Réveillon), mas o sentimento é de recomeço. Sim, é tempo de recomeçar, mudar os hábitos, pensar mais de forma sustentável e saudável. Em meio a tantas transformações impostas pela pandemia do novo Coronavírus, muitas pessoas, pensando tanto na saúde, se isolando e criando maneiras de evitar o contágio, acabaram negligenciando o psíquico, a prática da atividade física e o planejamento de refeições saudáveis, sem falar no estresse provocado pela situação.

Consequentemente, a saúde sofre com isso. Ironia, né? Os reflexos são o aumento de peso, perda dos ganhos obtidos com a musculação no período pré-pandemia, as dificuldades de retomar a atividade física e principalmente, a ansiedade. Segundo especialistas, o ganho de peso é uma das principais consequências do pós-quarentena, sendo importante agir rapidamente para recuperar a forma e a saúde.

O mal da pandemia tem cura

A dica da farmacêutica, especializada em emagrecimento utilizando fórmulas fitoterápicas, Dra Giani Rabaldi, que atende em Rio das Ostras e Macaé, é que tempos de renovação exigem mudanças e abandono de hábitos nocivos.

"O cenário instaurado criou um fator essencial para que as pessoas engordassem: a ansiedade. Todas essas mudanças criaram um cenário atípico, fazendo com que um novo ‘vilão’, além do coronavírus, surgisse, o ganho de peso", disse Dra Giani.

A Farmacêutica explica que os transtornos psiquiátricos têm na base o estresse. "E o que se está vivendo nesse último ano é uma situação de estresse. É óbvio, vai haver um grupo que consegue lidar com essa situação, chamado resiliente, e um grupo mais suscetível, que acaba adoecendo, ou apresentando essa sintomatologia”, explicou.

As pessoas possuem o costume de recompensar seus momentos de estresse com comida. “É como se fosse uma fuga da realidade, as pessoas chegam em casa depois de um dia difícil e atacam a geladeira. É como se fosse uma forma de se recompensar pelo dia que tiveram. Sem que percebam, essas atitudes levam ao ganho de peso e consequentemente a obesidade”, observa.

Componentes específicos para cada paciente

Dra Giani trabalha com atendimento personalizado, uma vez que cada indivíduo tem suas necessidades, e dessa forma tem conseguido eliminar de vez a compulsão alimentar gerada, na maioria das vezes, por fatores que desencadeados pela tal ansiedade.

A especialista utiliza componentes associados a ansiolíticos naturais que auxiliam no processo da redução da ansiedade. “Procuro inserir componentes que amenizam a ansiedade, como o Triptofano, controlando a compulsão por comida, acelerando o metabolismo, e promovendo um emagrecimento saudável, sem efeitos colaterais e o indesejado "efeito sanfona", devido a ser um tratamento natural”, conclui Giani.

Prova de que a pandemia mexeu não só com o corpo, mas com a mente das pessoas é a disparada nas vendas de medicamentos das classes dos ansiolíticos, hipnóticos, estabilizadores de humor ou antidepressivos, que aumentaram em alguns casos até 80%. Uma realidade que agravou o quadro de parcela da população já adoecida mentalmente, como revelam dados do Ministério da Saúde.

Serviço:

Consultório Rio das Ostras

Clínica Loren Clin Medicina e Estética
Rua Pernambuco, 77- Extensão do Bosque
WhatsApp: (32) 99907-7123

Consultório Macaé 
Galeria Carapebus, bloco A, sala 202, Centro-Macaé.
Tel: 22 – 3051-1218.
WhatsApp: (32) 99907-7123

Mais lidas da semana