Mídias Sociais

Cidades

Sem polêmicas dessa vez, Câmara de Macaé aprova projeto de lei que amplia Zona Industrial da cidade

Publicado

em

Emenda do vereador Maxwell Vaz incluiu autorização para funcionamento de termoelétricas na nova ZI-4, já que setor não tinha sido contemplado

Em um momento não muito comum nas sessões ordinárias da Câmara Municipal de Macaé, oposição e governo deram as mãos para aprovar, finalmente, o Projeto de Lei 013, de 2017 (PL013/17), do Executivo, que amplia a Zona Industrial-4 (ZI-4).

Com duas emendas do vereador Maxwell Vaz (SD), o projeto, antes chamado erradamente de “Lei do Porto”, mas que não trata de porto algum foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, sob discursos de parabéns e muito otimismo.

A matéria era esperada com muita ansiedade desde o retorno do recesso parlamentar, no dia 20 de fevereiro, mas principalmente pelos que compõem a Comissão de Meio Ambiente da Câmara, que têm, além de Maxwell, os vereadores Dr. Márcio Bittencourt (PMDB, por enquanto) e Cesinha (PROS).

Na época, o então líder do governo, Dr. Márcio, encheu o colega Maxwell, atual líder da oposição, de elogios, por causa das emendas, que segundo o vereador-médico, foram construídas com articulações entre governo e oposição, visando o melhor para a cidade, “como a política deve ser”.

Nesta quarta-feira, 7, as emendas de Maxwell chegaram à pauta, assim como o PL013/17. A primeira incluiu as termoelétricas entre as possibilidades de negócios a serem instalados na ZI-4. Como justificativa, o vereador lembrou duas termoelétricas em funcionamento na cidade, que estão instaladas na área para onde a zona seria ampliada, conforme projeto do governo municipal. A segunda emenda cria na área ampliada da ZI-4 duas Zonas Especiais de Interesse Ambiental (ZEIAs), criando dois corredores ecológicos de preservação da Mata Atlântica.

“O mérito é todo da Comissão de Meio Ambiente. Essas emendas criam dois corredores ecológicos, e delimitam partes muito importantes para a preservação ambiental da nossa cidade. Foi feito um levantamento junto com o NUPEM (Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-Ambiental de Macaé, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, NUPEM/UFRJ) sobre a fauna e a flora dessas áreas. A flora é fácil de identificar. Qualquer pessoa que passar por aquele trecho da BR-101 vai perceber a diferença. Mas a fauna, a maioria das pessoas nem sabe que existe. Com o levantamento, pudemos identificar diversas espécies, como onças, lobos-guará e quatis, entre outras. Também queria agradecer ao pessoal do GeoMacaé, ao Ricardo e ao Alfredo, que nos ajudaram muito na construção dessas emendas, delimitando as áreas. Por isso, a emenda ficou muito bem instruída. Ampliamos sim uma Zona Industrial, ampliamos muito. Mas essa Casa teve a responsabilidade de ampliar, mas preservando áreas muito importantes para o meio ambiente do nosso município”, agradeceu o autor das emendas, que foi muito elogiado por seus colegas de Comissão.

Mais lidas do mês