Mídias Sociais

Cidades

Presidente da Câmara de Macaé, Dr. Eduardo comemora retorno como vereador no próximo mandato

Avatar

Publicado

em

 

A sessão ordinária desta terça-feira, 4, na Câmara Municipal de Macaé, que estava acostumada a receber debates de discussões políticas nos últimos meses, viveu um dia atípico neste ano eleitoral.

Ao invés de projetos e defesas ferrenhas de posições partidárias, a sessão foi marcada por discursos republicanos amenos, e por um tom de despedida, já que 7 dos 17 vereadores do atual mandato não devem retornar às suas cadeiras em 2017.

Foi justamente em função do resultado das eleições que o Grande Expediente foi aberto pela Mesa Diretora para que os 17 parlamentares pudessem comentar o resultado das urnas e fazer considerações acerca do assunto.

Todos os vereadores fizeram questão de parabenizar aos novos eleitos e se despedir dos que deixarão a Casa pelos próximos 4 anos, mas o que estava visivelmente mais emocionado era justamente um dos mais experientes, o Presidente da Câmara, Dr. Eduardo Cardoso (PPS), o último a falar.

“Essa é a uma sessão alegre e triste. Triste pela despedida de companheiros valorosos. Chico, meu amigo de muitos anos; Amaro, que é uma pessoa extremamente digna; Igor, elegante, de discurso fácil. Aliás, obrigado, Igor, pela defesa que você fez aqui naquele dia, quando as pessoas não acreditavam em mim e você me defendeu. Esse foi possivelmente foi o pior momento da minha vida política. Eu ficava brincando que estava sentindo o cheirinho de Hepta, por causa do Flamengo. Mas eu vou para o meu 7º mandato como vereador nesta Casa. Veio o Hepta!”, brincou Dr. Eduardo, flamenguista assumido, fazendo analogia à possibilidade do 7º título brasileiro do Flamengo neste ano.

Sempre bem humorado e com tiradas inteligentes e muitas vezes cômicas sobre os problemas políticos da cidade, quando precisa apaziguar ou mediar os debates parlamentares, Dr. Eduardo não perdeu a oportunidade de fazer piada até com sua dificuldade, já que enfrentou todo o pleito com seu registro de candidatura como “indeferido com recurso”, status que ainda não havia sido modificado até a tarde desta terça-feira.

“Eu queria pedir música no Fantástico. Ganhei na justiça por 6 a 0. Não cabe recursos. O Ministério Público não recorreu. Ganhei na urna. E aí eu queria agradecer a todos os que estiveram do meu lado, me apoiaram, minha família, meus amigos, não vou citar o nome de ninguém agora. Mas não posso esquecer do Prefeito Aluízio, que foi meu companheiro em todos os momentos. Não teve vergonha de se expor. Sempre dizendo, ‘Eduardo é um cara sério; vai ganhar no tribunal e vai ganhar eleição’. O prefeito foi de extrema dignidade e amizade comigo. E isso eu não esquecerei nunca”, revelou Dr. Eduardo, que também é médico como o prefeito, e que não se conteve, indo às lágrimas e sendo aplaudido pela população presente à sala de sessões da Câmara.

Com a entrada de Dr. Eduardo, a lista de vereadores eleitos em Macaé, divulgada ontem pela Justiça Eleitoral, deve ter modificações, como a saída do radialista Robson Oliveira (PSDB), que ocupava a 4ª vaga da coligação que reuniu PPS, PROS e PSDB, para a entrada do atual presidente do Legislativo.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana