Mídias Sociais

Política

Prefeitura e Correios montarão agência comunitária em Carapebus

Publicado

em

 

Ubás é o mais indicado a receber unidade, graças ao aglomerado populacional

 

Ubás, bairro de maior concentração populacional de Carapebus , que está próximo a outras áreas densamente povoadas, é o local mais propício a receber a nova Agência dos Correios Comunitária (ACG) que a prefeita Christiane Cordeiro firmou com o diretor regional dos Correios e Telégrafos do estado do Rio de Janeiro, Cléber Dias Machado, em reunião na tarde desta segunda-feira (08), em seu gabinete na sede da prefeitura. A cidade conta atualmente com uma unidade da ECT que tem apenas dois funcionários, sendo um carteiro: pessoal insuficiente para atender a demanda de encomendas, cartas e remessas. Pelo futuro acordo a ser oficializado, a prefeitura ficará responsável pela contratação do funcionário e a ECT fornecerá treinamento e mobiliário. A unidade do centro irá ganhar reforço logístico, com uma moto para agilizar as entregas.

 

Segundo Christiane Cordeiro, Carapebus cresceu e também as demandas de entrega de encomendas, remessas e mesmo de cartas. A prefeita disse ainda que, em sua ida à Brasília visitou o gabinete do Deputado Áureo (SD) e conseguiu agendar uma reunião com a diretoria regional dos Correios (ECT), na oportunidade da visita da direção ela fez várias  reivindicações das necessidades locais e teve o retorno receptivo da empresa, que montará a agência comunitária. O diretor regional Cléber Dias e seus assessores ouviram as sugestões apresentadas, da prefeita, do secretário de Administração, Paulo Vitor Sales Nunes, dos funcionários da secretaria de  Planejamento, do Procurador Geral do município, Wagner Gil de Souza e dos vereadores Tânia Cabral (presidente) e Anselmo Prata. O diretor garantiu que no prazo de sessenta dias a população poderá sentir a melhoria na qualidade do atendimento.

 

Ficou acertado ao final da reunião que a empresa Correios e Telégrafos fornecerá treinamento para o futuro carteiro que trabalhará na agência comunitária, todo o mobiliário padronizado para atendimento ao público, uma bicicleta para deslocamento no bairro. E para a unidade do centro, uma moto a ser usada pelo carteiro para atender as entregas mais distantes e manutenção da unidade aberta inclusive em horário de almoço. À prefeitura caberá como contrapartida, o pagamento do salário do novo carteiro, bem como aluguel e manutenção predial destinado a receber a agência dos Correios em Ubás.

 

Mais lidas da semana