Mídias Sociais

Política

Prefeitura de São João da Barra assina acordo para aquisição de vacinas Sputnik V com distribuidora internacional de medicamentos

Publicado

em

 

Enquanto praticamente todos os municípios da região do entorno da Bacia de Campos vão confirmando, através da aprovação em suas câmaras municipais, a adesão ao consórcio da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) para a compra de vacinas contra o coronavírus, a Prefeitura de São João da Barra já se adiantou e anunciou, nesta sexta-feira, um acordo para a aquisição de doses de maneira direta.

Na noite desta quinta-feira, 18, a prefeita Carla Machado (PP) assinou protocolo de intenções com a distribuidora TMT Globalpharm para a aquisição de 50 mil doses da vacina Sputnik V, produzida na Rússia, que está em processo de aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial no Brasil.

“Estamos dispostos a aderir aos protocolos que apresentam viabilidade. Faremos todos os esforços para levar o maior número possível de vacinas à população em um curto espaço de tempo”, afirmou Carla Machado, que agora espera o envio da proposta comercial e das condições para o fornecimento das vacinas russas.

A assinatura de protocolos de intenção de compra com fornecedores e distribuidores não chega a ser uma novidade na região, já que muitos municípios, entre eles, Macaé, São João da Barra e Campos dos Goytacazes, por exemplo, chegaram a seguir o mesmo caminho com o Instituto Butantan, de São Paulo.

Porém, o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, permitiu que o governo brasileiro encampasse todas as doses produzidas em território nacional, fazendo o próprio governo a distribuição para todo o país, através dos governos estaduais.

No final de fevereiro desse ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou que estados e municípios negociassem diretamente com produtores e distribuidores das vacinas fora do país para a aquisição das doses, desde que considerassem que o PNI não estava sendo cumprido de forma satisfatória para imunizar o mais rapidamente possível toda a população brasileira.

Segundo a Prefeitura de São João da Barra, a assinatura de protocolos de intenção de compra da Sputnik V foi a 3ª movimentação desse tipo feita pelo município, que já havia feito o mesmo com o Instituto Butantan, além da confirmação da adesão ao consórcio da FNP, que também visa a compra de insumos, equipamentos e medicamentos, além das vacinas.

Com uma população estimada em 36.423 habitantes em 2020 segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município de São João da Barra recebeu até o momento 4.800 doses do PNI, o equivalente ao suficiente apenas 2.400 pessoas, ou seja, apenas 6,58% da população, já que as vacinas em circulação no país necessitam de duas doses para completar a imunização.

Mais lidas da semana