Mídias Sociais

Covid-19

Dr Eduardo, ex-presidente da Câmara de Macaé, morre aos 70 anos por complicações da Covid-19 

Publicado

em

 

O ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Macaé, Dr Eduardo Cardoso, morreu, na madrugada desta segunda-feira (21), aos 70 anos, por complicações da Covid-19. Dr Eduardo testou positivo para Covid-19 em maio e estava internado no Hospital da Unimed, no Centro da cidade, desde o início deste mês, onde faleceu às 5h30. Ele havia recebido duas doses da vacina Coronavac.

Segundo informações preliminares, Dr Eduardo não teria resistido a uma segunda intubação, realizada na noite deste domingo (20). Ele deixa esposa e um casal de filhos. Um deles, o vereador Thales Coutinho, está internado na mesma unidade de saúde, também por complicações da doença, e segue em estado grave. Atualmente, Dr Eduardo estava exercendo o cargo de secretário de Casa Civil do governo Welberth Rezende (Cidadania).

Médico obstetra, Dr Eduardo foi secretário de Saúde de Macaé no governo Riverton Mussi e era recordista no comando da presidência da Câmara Municipal, onde foi eleito 6 vezes para o comando da Mesa Diretora. O cortejo do corpo do médico até o cemitério Mirante Memorial da Igualdade, na Virgem Santa, foi acompanhado por vários veículos. O sepultamento ocorreu na tarde desta segunda-feira (21). O atual presidente da Câmara de Vereadores de Macaé, Cesinha, decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-parlamentar. A Casa Legislativa emitiu uma nota de pesar.

“É com imenso pesar que a Câmara Municipal de Macaé recebeu a notícia do falecimento do ex-vereador e atual secretário da Casa Civil, Eduardo Cardoso Gonçalves da Silva, nesta segunda-feira (21). Dr. Eduardo dedicou a vida à medicina. Com reconhecido trabalho, foi eleito vereador pela primeira vez em 1992, sendo reconduzido ao cargo nas seis eleições seguintes. Neste período, também assumiu a presidência da Câmara em seis oportunidades, com mandato mais recente encerrado em 2020.A Câmara está solidária aos familiares e amigos pela lastimável perda e decretará luto oficial de três dias. Todo o Legislativo continua em orações pela recuperação do vereador Thales Coutinho (Podemos), filho do Dr. Eduardo, que segue internado lutando pela vida”, disse o documento.

O prefeito de Macaé, Welberth Rezende, também decretou luto oficial de três dias, pela morte de Dr Eduardo. Em nota, o município destacou uma das maiores marcas do médico e político que deixou um grande legado para a população macaense: “O sorriso fácil que sempre o acompanhou, vai ficar marcado em quem o conheceu”.

Abalado com a notícia, o prefeito Welberth Rezende, publicou um texto em homenagem ao amigo pessoal e na política. “Adeus, querido amigo! Hoje é um dia triste para todos nós. Dr. Eduardo era muito mais do que um amigo. Foi quem mais acreditou em mim, quem mais me apoiou desde a minha primeira candidatura a vereador e, com certeza, não chegaria até aqui sem a parceria dele. Dr. Eduardo tem um legado eterno em Macaé e uma presença na minha vida que jamais se apagará. Descanse em paz, querido amigo. Tenho certeza de que Deus te receberá de braços abertos. À sua família, fica aqui meus sentimentos e seguimos em oração pela recuperação do seu filho Thales’, disse o prefeito.

Trajetória

Eduardo Cardoso Gonçalves estudou nos Colégios Estaduais Matias Neto e Luiz Reid, se formando em medicina pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Como cirurgião obstetra atuou por muito tempo no Pronto Socorro Municipal e no Hospital São João Batista. Na atual gestão, Dr. Eduardo foi um dos grandes responsáveis pela transparência do processo da vacinação contra a Covid-19, sendo presidente da Comissão Vacina Macaé. Médico apaixonado pela profissão, flamenguista fanático e ícone na política macaense, Dr. Eduardo fez da sua vida um grande atendimento à população. Sem deixar de lado as suas caminhadas diárias pelo calçadão da Imbetiba, com seu companheiro, o cachorro Zico.

Dr Eduardo Cardoso foi eleito vereador pela primeira vez em 1992, e reconduzido ao cargo nas seis eleições seguintes. Neste período, assumiu a presidência da Câmara em seis oportunidades, com mandato mais recente encerrado em 2020. Ele deixa um legado político importante na construção de Macaé. Como presidente da Câmara foi responsável pela realização do primeiro concurso público da história do Legislativo e trabalhou muito para a valorização do servidor público.

Criou o Centro Cultural do Legislativo com o Museu e a Escola do Legislativo (buscando capacitação na gestão pública).Como Secretário municipal de Saúde foi responsável pela entrega das duas UPAs (Barra e Lagomar), criação do SAMU 192, Pronto Socorro da Imbetiba, Farmácia Municipal, ampliou os serviços do Hospital da Serra com cirurgias de média complexidade e tornou a saúde bucal uma referência com o CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) com atendimento de urgência 24h. Foi destaque na revista Veja (novembro 2011) colocando Macaé com o menor índice de mortalidade infantil do Brasil.

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Rua Tupinambás 122 Gloria – Macaé/RJ

comercial@diariocs.com
(22) 2765-7353
(22) 999253130

Mais lidas da semana