Mídias Sociais

Cidades

Conheça os candidatos a vice-prefeito que disputarão as eleições em Macaé

Avatar

Publicado

em

 

Quando as eleições municipais acontecerem no dia 2 de outubro, provavelmente, muitos macaenses digitarão os 2 números para prefeito sem se preocupar muito com a fotografia que estará ao lado dos seus candidatos.

Entretanto, com a recente instabilidade política no país inteiro e as polêmicas discussões sobre o cargo, graças às divergências no Governo Federal, uma figura muito importante também terá seu rosto identificado nas urnas no dia do pleito: a do vice-prefeito.

Em Macaé, são 6 candidatos concorrendo, mas diferente da eleição para prefeito, que recebe todos os holofotes, o vice muitas vezes, acaba passando despercebido – até que, por qualquer motivo, assuma o governo. Ou brigue com ele, como tem acontecido Brasil a fora nos últimos anos.

Dos 6 candidatos da cidade, apenas 2 tiveram experiências no Poder Público, seja no Executivo, como é o caso do empresário Vandré Guimarães (PMDB), que participou ativamente da atual administração, ou do vereador Amaro Luiz (PSB).

Vice na chapa de reeleição do atual prefeito, Dr. Aluízio (PMDB), que apostou numa candidatura “puro sangue”, Vandré, de 45 anos, é um dos 3 candidatos que é nascido em Macaé. Empresário do ramo de construção, o candidato, que estudou gestão pública, foi presidente do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (FUMDEC), e secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnológico e Turismo, antes de pedir a exoneração, em abril deste ano, para concorrer nas eleições.

Também nascido em Macaé, o vereador Amaro Luiz, vice na chapa do também vereador, Igor Sardinha (PRB), tem no currículo o serviço prestado ao Exército Brasileiro, na Brigada Paraquedista, onde se formou técnico de enfermagem, indo servir então ao Hospital Central do Exército, chegando à patente de Sargento. Foi graças à formação técnica que Amaro trabalhou em clínicas e hospitais da cidade, até entrar para o ramo do petróleo em 1984, e fundar o Sindicato dos Trabalhadores Offshore do Brasil (Sinditob).

Já o vice na chapa do vereador Chico Machado (PDT), André Longobardi (PR), de 41 anos, nasceu bem longe de Macaé, na cidade de Santos, litoral de São Paulo. Tendo sido anunciado como pré-candidato a prefeito na convenção de seu partido, o empresário do ramo Offshore, que tem formação profissional de engenheiro do petróleo, nunca foi candidato a nenhum cargo público antes, e disputa sua primeira eleição.

O último dos três candidatos a vice-prefeito nascido em Macaé é o também empresário Márcio Valério Schueler de Souza (PV), mais conhecido como Marcinho da Loteria. Aos 67 anos, Marcinho, que é sócio em 4 loterias da cidade, é o único milionário candidato a vice-prefeito, com bens declarados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no valor de mais de 11,7 milhões de reais.

Completam a lista duas mulheres, aliás, as únicas candidatas a vice-prefeitura nestas eleições. São elas a assistente social, Luciana Lora (PSOL), de 35 anos, nascida em Angra dos Reis, e Professora Tânia Graniço (PSTU), de 60 anos, nascida no Rio de Janeiro.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana