Mídias Sociais

Política

Após deixar a base governista, vereador de Macaé aponta suposta chapa do governo para disputa da prefeitura em 2020

Avatar

Publicado

em

 

Em sessão ordinária na manhã desta quarta-feira, 16, o vice-presidente da Câmara Municipal de Macaé, Julinho do Aeroporto (MDB), afirmou que a chapa que deve ser apoiada pela prefeitura nas próximas eleições municipais, em 2020, será formada pelos atuais secretários de Cultura, Thales Coutinho, e de Educação, Guto Garcia (MDB).

Sem explicar qual seria o primeiro nome da chapa para a disputa da prefeitura, Julinho chegou a dizer que a informação teria sido confirmada pelo próprio presidente da Casa, Dr. Eduardo Cardoso (CIDADANIA), pai de Thales.

O vice-presidente da Câmara teria disparado ainda contra o deputado estadual do Rio, Welberth Rezende (CIDADANIA), afirmando que o ex-vereador de Macaé não será o candidato da atual gestão do governo municipal.

As farpas de Julinho teriam como destino alguns parlamentares da base governista que, mesmo com cargos no governo, estariam pendendo para apoiar uma possível pré-candidatura de Welberth à prefeitura em 2020.

Apesar das informações do ex-líder governista na Casa, é difícil imaginar que Welberth, presidente municipal do partido de Dr. Eduardo, venha a disputar o cargo máximo do Executivo contra seu próprio filho, o atual secretário de Cultura.

Enquanto Welberth se mantém em silêncio sobre as especulações políticas visando as eleições municipais do próximo ano, o líder da oposição, vereador Maxwell Vaz (SOLIDARIEDADE) voltou a afirmar que será pré-candidatura à Prefeitura de Macaé.

“Eu sou pré-candidato à prefeitura e vou levar minha pré-candidatura até o final. É uma pré-candidatura autêntica, com participação popular, que reflete a nova fase política da minha vida”, comentou Maxwell.

Em blogs da cidade, as pré-candidaturas à prefeitura e as formações de chapas surgem a cada semana, com novos e velhos nomes, novas e velhas alianças, e novos e velhos partidos, embora, até agora, quase tudo não passe de especulações, principalmente pelos lados governistas, que parecem esperar um posicionamento oficial do prefeito Dr. Aluizio (sem partido), a respeito de uma ainda possível indicação de sucessor.

Enquanto isso, a base permanece espreitando o cenário político municipal e até estadual, também atenta à janela partidária, que se abre entre os meses de abril e maio do ano que vem, permitindo que parlamentares de mandato em todo país possam deixar seus partidos sem perder suas cadeiras nos legislativos municipais e estaduais.

Com a repercussão das declarações por blogs da cidade ainda durante a sessão, Dr. Eduardo ressaltou que Thales tem total liberdade para tomar suas próprias decisões políticas, e citando um possível convite para a eventual chapa, reforçou que ele é quem decidirá a respeito, ironizando ainda que ele não é "dessa geração bolsominion", e pode muito bem pensar por si mesmo.

Mais lidas da semana