Mídias Sociais

Destaque

Vídeo: Acusado de envolvimento em morte de PM em Araruama é preso por policias da UPP da Vila Cruzeiro, no Rio

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Yago Wilson da Silva Barreto, conhecido como Metal, de 20 anos, era considerado foragido da Justiça.

Yago Wilson da Silva Barreto, conhecido como Metal, de 20 anos, acusado de ser um dos envolvidos na morte do capitão reformado da Polícia Militar Paulo Andrade Romero, de 71 anos, em Araruama, na Região dos Lagos, em maio deste ano, foi preso na tarde desta quinta-feira (5) na comunidade Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, no Rio.

A prisão ocorreu durante uma operação deflagrada por Policiais Militares dos Grupamentos Táticos de Polícia Pacificadora A e B da UPP Vila Cruzeiro, sob o comando do Comandante e do Subcomandante da Unidade, buscando verificar informações a respeito do possível deslocamento de criminosos que teriam participado do atentado ocorrido que vitimou um cabo da PM na comunidade Fazendinha, no Complexo do Alemão, também no Rio, nesta terça-feira (4).

Uma recompensa de R$ 5 mil estava sendo oferecida no Portal dos Procurados do Disque Denúncia para quem der informações exatas do paradeiro de Iago. De acordo com as investigações da polícia, Iago é ligado à facção criminosa Comando Vermelho, e faz parte do tráfico de drogas da Vila Cruzeiro, na Penha, na Zona Norte do Rio. Ele também estaria agindo em Araruama e era considerado foragido da Justiça.

No dia do crime, o PM voltava de um serviço de segurança particular em um estabelecimento comercial junto com um colega. Eles saíam da rodoviária de Araruama quando dois criminosos armados, por volta de 17h30, na Avenida Araruama, tentaram roubar a bolsa do funcionário que estava com ele. Mesmo sem o agente reformado reagir, um dos assaltantes atirou no peito dele. Paulo chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto de Atendimento da cidade (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

Em 4 de julho de 2019, policiais civis e militares prenderam, no distrito de Iguabinha, em Araruama, Luiz Henrique Machado da Silva, conhecido como Pixote, um dos acusados de participação direta na morte do PM. Pixote foi capturado na comunidade da Torre, durante uma operação conjunta do 25º BPM (Cabo Frio) e da 118ª DP. Segundo a polícia, o criminoso atirou contra os agentes, que revidaram e iniciaram um confronto. Ele foi ferido na cabeça e o socorrido na UPA do município, onde recebeu voz de prisão. Assista ao vídeo da prisão:

 

 

Mais lidas da semana