Mídias Sociais

Polícia

Traficantes decretam “toque de recolher” para vans de Rio das Ostras

Avatar

Publicado

em

 

A Polícia Militar deflagrou operação na comunidade Nova Cidade, em Rio das Ostras. O objetivo é prender suspeitos de tráfico que deram toque de recolher em alguns bairros do município.

A operação começou na manhã desta terça-feira (30) e contou com helicóptero, com atiradores de elite. O número do efetivo não foi informado pelo comando para não alertar os criminosos.

A ação é uma resposta ao toque de recolher imposto por traficantes no último final de semana, após grande apreensão de drogas feita pela Polícia Militar e por conta de duas mortes de suspeitos de envolvimento com o tráfico na comunidade.

Moradores contaram que as vans do transporte público estão impedidas de circular dentro da comunidade e que os usuários do sistema público estavam tendo que andar até a Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) para conseguir o transporte.

Uma jovem teria passado no comércio e dado a ordem para que as lojas não fossem abertas em luto pela morte de um traficante. A informação foi confirmada pelo comandante do 32º Batalhão, tenente coronel Jorge Fernando Pimenta.

“Chegou ao meu conhecimento que uma menor, namorada de um traficante, passou de loja em loja dando ordem para fechar o comércio e não abrir. Como demos um grande desfalque ao tráfico no final de semana, eles estão atuando assim. Mas eles são covardes, dão esse tipo de ordem e fogem com medo da nossa ação”, relatou.

Além do helicóptero e dois atiradores de elite que estão no reforço aéreo, a operação contou ainda com viaturas e motopatrulhas. O efetivo será reforçado com militares de Macaé e de Rio das Ostras.

Ainda segundo motoristas, algumas vans do subsistema de transporte foram paradas no bairro Palmital e seus passageiros orientados a desembarcar depois de atingidas por tiros de arma de fogo. No Bairro Nova Cidade, como foi citado, também os traficantes intimidaram os motoristas retirando as vans de circulação. Já os bairros Claudio Ribeiro e Recanto, também foram alertados pelos traficantes.

 

Esio Bellido

Foto: Divulgação

 

Mais lidas da semana