Mídias Sociais

Destaque

Secretarias de Polícia Militar e de Polícia Civil recebem 2.892 viaturas; Interior do estado receberá reforços

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Novos veículos que serão entregues até o final de outubro, reforçarão também de forma expressiva os batalhões e delegacias do interior do estado.

O governador do estado recebeu, nesta semana, 2.892 viaturas para as polícias Militar e Civil. A Secretaria de Polícia Militar recebeu 1.071 viaturas Toyota Corolla e 588 picapes. Já a Secretaria de Estado de Polícia Civil foi contemplada com 1.233 veículos Toyota Corolla. O investimento feito pelo governo federal foi de R$ 1,2 bilhão.

Entrega de viaturas para a PM e Polícia Civil. Foto: Philippe Lima

Das novas viaturas distribuídas ao longo deste ano, a Região Metropolitana foi a contemplada com a maior cota. A partir de agora, os novos veículos que serão entregues até o final de outubro reforçarão também de forma expressiva os batalhões e delegacias do interior do estado e as Unidades de Polícia Pacificadora.

Com isso, as unidades operacionais da Polícia Militar passam a contar com o reforço de 326 viaturas da marca Toyota – 149 sedans e 187 picapes. Até o final de outubro, todos os 1.659 veículos comprados pelo GIF da montadora japonesa estarão à disposição da Polícia Militar. Também foi entregue na mesma cerimônia mais um lote dos 1.233 sedans Corolla comprados para a Polícia Civil.

O critério de distribuição das novas viaturas da Polícia Militar seguirá a mesma metodologia adotada desde o início deste ano: priorizar as unidades com maior deficit de veículos e as áreas de maior incidência criminal. Esse critério tem por objetivo ampliar ao máximo a capacidade operacional da Corporação de policiamento preventivo e ostensivo.

A cerimônia contou com a presença do Governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel; do Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Walter Souza Braga Netto (ex-Interventor Federal na Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro); e dos Secretários de Estado de Polícia Militar, Coronel Rogério Figueredo de Lacerda, e de Polícia Civil, Delegado Marcus Vinícius Braga, entre outras autoridades.

- Estamos passando por uma grave crise financeira não só no estado do Rio de Janeiro, mas no Brasil. Então, cabe a nós usar bem aquilo que estamos recebendo. É com estes equipamentos que vamos continuar defendendo a liberdade das nossas famílias que querem sair à noite, se divertir e voltar para casa – afirmou o governador.

Mais lidas da semana