Mídias Sociais

Destaque

Polícia Civil prende acusado de esquartejar homem e matar mulher a facadas em Rio das Ostras

Publicado

em

 

Agentes da 128ª Delegacia de Polícia (128ª DP), coordenados pelo delegado titular,Dr. Ronaldo Cavalcante, prenderam, na tarde desta segunda-feira (6), Charles Albert Gomes Cardozo, de 43 anos, por duplo homicídio qualificado, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ele é acusado de matar um casal no dia 17 de outubro deste ano, na cidade de Rio das Ostras.

Segundo as investigações, Charles mantinha um relacionamento amoroso com Carlos Alberto Belo da Silva, de 52 anos, que namorava com Daniela Plotegher, de 45 anos. Testemunhas relataram à polícia, que por ciúmes, após flagrar o casal tendo relações sexuais, o acusado, matou Carlos, esquartejado e espalhou os pedaços do corpo pelo bairro Recanto ,em Rio das Ostras. Conforme a Polícia Civil, testemunhas também relataram que o trio se reunia para a prática de uso de drogas.

Ainda segundo a Civil, os membros foram encontrados em duas localidades do Canal de Medeiros, na Avenida Rio Branco. Primeiro a polícia encontrou os pés da vítima, e em seguida braços, cabeça e tronco. O crime chocou a população de Rio das Ostras.

Charles Albert Gomes Cardozo, de 43 anos, foi capturado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, por agentes da delegacia de Rio das Ostras.

No mesmo dia Charles também matou Daniela a facadas e o corpo foi encontrado dentro do banheiro da casa onde ela morava, também no bairro Recanto. Na época, o laudo da perícia constatou que a vítima, sofreu diversos golpes de faca e que o crime não aconteceu no mesmo cômodo em que o corpo foi encontrado. Na residência, os agentes recolheram uma faca, que supostamente foi usada como a arma do homicídio.

Após cometer o duplo homicídio, Charles fugiu para a sua cidade natal, Duque de Caxias, abandonando a casa. No dia 20 de outubro, Charles ligou para seu cunhado em Rio das Ostras onde confessou ter matado o casal.

O mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de Charles foi emitido no dia 30 de novembro. Após ser preso Charles negou a autoria das duas mortes. Ele levado para a 128ª DP, onde aguarda transferência para o presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos dos Goytacazes.

Mais lidas da semana