Mídias Sociais

Destaque

MPF e Polícia Federal investigam confrontos no Acampamento Emiliano Zapata, em São Pedro da Aldeia

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Agentes da Polícia Federal, Ministério Público Federal (MPF) e representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), estiveram, na manhã desta segunda-feira (12), no Acampamento Emilizano Zapata, na Fazenda Negreiros, em São Pedro da Aldeia. O local tem sido objeto de disputa de terras desde a última semana.

A ação conjunta visa investigar a série de confrontos envolvendo os agricultores e criminosos, que a partir de agora, fica a cargo do MPF e PF. Os agentes, juntamente ao procurador da república Leandro Mitidieri, estiveram no local acompanhando toda a situação.

Segundo informações, alguns dos assentados decidiram deixar o local, com medo das ameaças recebidas por criminosos e grileiros.

CONFRONTO DEIXA POLICIAIS E TRABALHADORES RURAIS FERIDOS

Ao menos dois policiais militares e dois trabalhadores rurais ficaram feridos em um confronto na noite de quarta-feira (8) no acampamento Emílio Zapata, que fica localizado dentro do assentamento de terra Ademar Moreira, na região de São Matheus, em São Pedro da Aldeia.

De acordo com a PM, os policiais estavam de folga. O confronto teria acontecido entre capangas de um fazendeiro da localidade e moradores do assentamento, segundo o ouvidor agrário do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) Rio de Janeiro, Luiz Carlos de Andrade.

TRABLHADOR RURAL FOI MORTO A TIROS

Um trabalhador rural foi morto a tiros no Acampamento Emiliano Zapata, em São Pedro da Aldeia. O corpo de Carlos Augusto Gomes, de 58 anos, foi localizado na tarde de quinta-feira (9).

A principal linha de investigação da Polícia Civil era de que o conflito tenha sido motivado por uma disputa por terras na área, que passa por desapropriação.

FAZENDEIRO E POLICIAIS SÃO PRESOS POR CONFRONTOS

Um fazendeiro e dois policiais militares foram presos na manhã de sábado (11) apontados como autores da morte do trabalhador rural Carlos Augusto Gomes, de 58 anos, em São Pedro da Aldeia.

De acordo com a Polícia Civil, o fazendeiro seria o mandante do crime e os policiais os executores.

O fazendeiro foi preso quando estava em um apartamento no Centro de São Pedro da Aldeia. Segundo a polícia, ele tentou jogar armas pela janela quando os agentes chegaram.

Com ele, a polícia apreendeu uma pistola, um revólver, uma espingarda, touca ninja, facas, colete e até um adesivo da Polícia Federal.

Os policiais militares foram baleados no confronto e estão hospitalizados. Eles já foram comunicados da prisão.

Mais lidas da semana