Mídias Sociais

Destaque

Jovem de 19 anos é amordaçada e estuprada por vizinho dentro de casa em Macaé

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Uma jovem de 19 anos foi amordaçada e estuprada dentro de sua própria casa por um vizinho, na noite deste domingo (20), no bairro São José do Barreto, em Macaé. A vítima foi atacada por volta das 18h, depois de ter passado a tarde na igreja.

Segundo familiares, a jovem foi até sua residência para se arrumar para um evento, e ao chegar notou um par de sapatos diferente na porta de seu quarto. Ela entrou no cômodo para pegar uma roupa e ao sair foi surpreendida pelo vizinho que mora em uma quitinete em frente há um mês.

“Ele estava com uma faca na mão e mandou ela não gritar. A casa estava vazia, pois os pais e os irmãos estavam em Cabo Frio a passeio. Ele ordenou que ela voltasse para o quarto onde tirou suas roupas, amarrou as pernas dela, a jogou de bruços na cama e a estuprou”, contou um familiar.

Em depoimento à Polícia Civil, a vítima disse que o criminoso ainda pegou o seu aparelho celular e pediu para que ela informasse a senha. “Acredito que ele tenha filmado o ato, pois percebi o flash da câmera ligado”, contou.

O homem, de 21 anos, identificado inicialmente como Felipe Maurício, ainda usou a calça que a jovem estava vestida para amordaça-la. “Ele amarrou a legging que ela estava vestindo no rosto dela para que ela não gritasse, depois de praticar o ato sexual e ejacular nela, ele disse que iria à rua ver se tinha alguém chegando e a trancou no quarto”, disse um familiar.

Ao perceber que o criminoso estava demorando a voltar, a vítima conseguiu se desamarrar, pular a janela do quarto e correr para a rua, onde encontrou com algumas amigas, que acionaram a Polícia Militar (PM).

Policiais foram até o local e socorreram a vítima para o Hospital Público Municipal (HPM), onde ela passou por exames que constaram o estupro. A jovem foi medicada e em seguida levada para a 123ª Delegacia Policial de Macaé (123ª DP), onde a ocorrência foi registrada.

A vítima também passou por exame de corpo de delito. Ainda de acordo com familiares, um médico legista conseguiu colher o sêmen do agressor e encaminhou o material para análise. A PM fez buscas no entorno do local do crime, a fim de localizar o homem, mas ninguém foi preso. Segundo testemunhas, o criminoso teria entrado na casa da vítima por volta das 12h e a aguardado  por 6 horas. Antes de fugir, ele roubou o celular da jovem e um notebook. A Polícia Civil está investigando o caso.

Mais lidas da semana