Mídias Sociais

Polícia

Guerra de facções deixa 8 mortos durante o fim de semana em Macaé

Publicado

em

 

Na Capital Nacional do Petróleo, o policiamento foi reforçado nesta segunda-feira (16). Até o momento, nenhum dos envolvidos nas ações criminosas foi preso.

Bertha Muniz

VIOLÊNCIA

Guerra de facções deixa 8 mortos durante o fim de semana em Macaé

Na Capital Nacional do Petróleo, o policiamento foi reforçado ontem (16). Até o momento, nenhum dos envolvidos nas ações criminosas foi preso.

Bertha Muniz

Uma guerra entre facções criminosas rivais provocou a morte de sete pessoas, neste fim de semana, em Macaé. Três foram executados juntos dentro de uma casa próxima à Favela da Linha, no bairro Cajueiros, na tarde de ontem (15). O imóvel fica na Rua Luiz Pereira Pinto.

Érick dos Santos Pinheiros, de 22 anos, Gabriel Teixeira Barbi, de 19 anos e Cláudio Olímpio de Moraes Júnior, de 20 anos, foram mortos a tiros em diferentes cômodos. Pouco antes, na manhã do mesmo dia, Luiz Felipe Rodrigues Mendes, de 21 anos, conhecido como “Madrugadão”, foi executado também a tiros na Praça do Piche, no Parque Aeroporto.

Também no domingo, em Macaé, desta vez na Ajuda de Baixo, um adolescente de 15 anos foi executado a tiros. No sábado, Luke Thiago Oliveira Silva foi morto a tiros próximo a um loteamento no Planalto da Ajuda. Na manhã do mesmo dia, Gabriel dos Santos, de 20 anos, foi morto com dois tiros na quadra esportiva do Morro de São Jorge. De acordo com informações da Polícia Militar, o assassino seria um dos supostos traficantes da Favela da Linha que acabou morrendo no domingo dentro de uma casa, no Cajueiros.

Também no sábado, o corpo de Adão Custódio, foi encontrado com marcas de tiros na praia da Barra de Macaé, atrás do Iate Clube, porém a PM não associa a motivação desta morte às outras sete ocorridas no fim de semana. Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) do município. Na Capital Nacional do Petróleo, o policiamento foi reforçado a partir de ontem (16). Até o momento, nenhum dos envolvidos nas ações criminosas foi preso.

Para o comandante do 32º Batalhão de Polícia Militar (32º BPM), Marco Aurélio Vollmer, as mortes têm a influência direta do tráfico de drogas. Segundo Vollmer, das sete vítimas, quatro possuem anotações criminais, o que evidencia ainda mais tal relação. “Já estamos com ações focadas no combate ao tráfico de drogas muito antes desses episódios do final de semana. Assim, vamos continuar trabalhando, contando sempre com a ajuda da população de bem que tem nos auxiliado muito através do telefone 275-7296 (Disque- Denúncia)”, destacou o comandante.

Os casos foram registrados na 123ª Delegacia Policial de Macaé (123ª DP) e as investigações seguem a cargo da Polícia Civil.

Mais lidas da semana