Mídias Sociais

Destaque

Ex-secretário de Ordem Pública de Arraial do Cabo, Marcio Galo se entrega à polícia

Publicado

em

 

 

O ex-secretário de Ordem Pública de Arraial do Cabo, Marcio Galo, que era considerado foragido da Justiça desde a última sexta-feira (27), quando foi deflagrada a Operação Parque Livre, se entregou na 126ª Delegacia Policial, em Cabo Frio, no final da manhã desta terça-feira (31).

Marcio Galo foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, com outras 16 pessoas, incluindo o ex-prefeito da cidade, Renatinho Vianna, por organização criminosa armada que promovia loteamentos ilegais em áreas não edificáveis, obtendo vantagem indevida com o parcelamento, venda e exploração do solo em áreas ambientalmente protegidas no Parque Estadual Costa do Sol (PECS), em uma área do distrito de Monte Alto, desde 2017. O grupo, formado por integrantes da prefeitura, do Instituto Estadual do Ambiente (INEA) e do próprio parque.

Segundo a investigação da 132ª DP e denúncia do MPRJ, ainda fazem parte do grupo PMs e bombeiros militares, cujo porte de arma impunha medo nos fiscais e na população local em se opor às suas determinações.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Ruchester Medeiros, titular da 132ª Delegacia de Polícia de Arraial do Cabo, Marcio Galo se apresentou na delegacia cabo-friense acompanhado de advogados, "após ter sido descoberto na cidade, nas adjacências de um escritório de advocacia durante campana realizada pelos policiais da 132ª DP".

Também foram denunciadas pessoas que executavam as obras e a negociação dos lotes. A prática da organização visava indivíduos humildes em situação de vulnerabilidade e que necessitavam de moradia, oferecendo terrenos ‘baratos’ para a construção de uma casa com fornecimento do chamado ‘kit invasão’, composto por pequena porção de terra, tijolos, telhas e demais materiais de construção.

Ressalta a denúncia que, apesar de existirem indícios da atuação do grupo antes da posse do ex-prefeito denunciado, foi constatado nas investigações que a organização criminosa efetivamente se estruturou e potencializou suas atividades com a posse do mesmo no cargo, em 2017, e a partir da nomeação dos demais integrantes para Secretarias estratégicas, a fim de cumprir as atividades ilegais.

Contra os acusados, foi expedido um mandado de prisão, pela 1ª Vara Criminal Especializada da Comarca da Capital, pelo crime de Organização Criminosa, com pedido de Prisão Preventiva.

Sete já foram presos na ação. Além de Marcio Galo, Ranieri Porto, ex-chefe do Parque Estadual da Costa do Sol; Sandro de Souza Mota, policial militar; Marcos Vinícius da Silveira Barbosa, ex-servidor da Prefeitura de Arraial do Cabo; e Marcos Alexandre Martins Ozório e Michel Marques Carrir, ambos bombeiros militares.

O Portal dos Procurados divulgou, no sábado (28), um cartaz para ajudar nas investigações da 132ª DP de Arraial do Cabo, em conjunto com Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) para que possa obter informações que levem às prisões de Renato Martins Vianna, de 47 anos, ex-prefeito de Arraial do Cabo e líder da organização criminosa; Márcio Croce Brasil, ex-secretário do Meio Ambiente, de 47; e André Luiz Cavalcanti de Oliveira, ex-chefe do Parque Estadual da Costa do Sol, de 42 anos. Todos continuam foragidos da Justiça.

Contra os acusados, foi expedido um mandado de prisão, pela 1ª Vara Criminal Especializada da Comarca da Capital, pelo crime de Organização Criminosa, com pedido de Prisão Preventiva.

Sete já foram presos na ação. Além de Marcio Galo, Ranieri Porto, ex-chefe do Parque Estadual da Costa do Sol; Sandro de Souza Mota, policial militar; Marcos Vinícius da Silveira Barbosa, ex-servidor da Prefeitura de Arraial do Cabo; e Marcos Alexandre Martins Ozório e Michel Marques Carrir, ambos bombeiros militares.

O Portal dos Procurados divulgou, no sábado (28), um cartaz para ajudar nas investigações da 132ª DP de Arraial do Cabo, em conjunto com Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) para que possa obter informações que levem às prisões de Renato Martins Vianna, de 47 anos, ex-prefeito de Arraial do Cabo e líder da organização criminosa; Márcio Croce Brasil, ex-secretário do Meio Ambiente, de 47; e André Luiz Cavalcanti de Oliveira, ex-chefe do Parque Estadual da Costa do Sol, de 42 anos. Todos continuam foragidos da Justiça.

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Rua Tupinambás 122 Gloria – Macaé/RJ

comercial@diariocs.com
(22) 2765-7353
(22) 999253130

Mais lidas da semana