Mídias Sociais

Destaque

Escolas de Saquarema recebem reforço no policiamento após ameaça de massacre

Publicado

em

 

Uma ameaça de massacre em uma unidade escolar no bairro Itaúna, em Saquarema, nesta semana, fez com que o policiamento fosse reforçado nas escolas públicas e particulares do município. Um perfil falso anunciou o possível crime na página oficial da SEI Anglo, nas redes sociais. Também foram publicados comentários às redes do Colégio Estadual Oliveira Viana, que fica localizado em Bacaxá. Os ataques seriam realizados nesta sexta-feira (6).

Segundo informações, grande parte das escolas saquaremenses tiveram queda na presença dos alunos nessa sexta, já que muitos preferiram não se arriscar. Além do reforço da Polícia Militar (PM), por meio da 4ª Companhia de Saquarema, a Guarda Civil Municipal também ampliou as rondas.

Em nota, o SEI Anglo disse que já está tomando as medidas cabíveis a fim de identificar o responsável por tais ameaças. “Estamos em contato com a Delegacia Especializada em crimes virtuais, e contactando a Força Policial local para reestabelecer a sensação de segurança que sempre tivemos”, finalizou.

Já a direção do Colégio Estadual Oliveira Viana informou que todas as medidas cabíveis a respeito da situação ocorrida em nossa página do Facebook foram tomadas. Registramos o caso na delegacia de Saquarema e comunicamos aos órgãos superiores responsáveis pela unidade escolar. “Contamos com a compreensão e colaboração de todos para que, com segurança, os próximos dias sigam com tranquilidade e normalidade. Estamos à disposição das 7h às 15h para maiores informações”.

 

O Colégio Estadual Oscar de Macedo Soares também emitiu nota sobre assunto e disse que entrou em contato com as autoridades policiais da cidade, que e colocaram à disposição da escola para que, “caso perceba qualquer atitude suspeita entre em contato com eles para que possam enviar viaturas à escola imediatamente. Por hora, é o que a escola pôde fazer, porém, comparecer ou não à escola é de inteira responsabilidade dos responsáveis dos alunos que devem avaliar todo este cenário e tomar a decisão que julgar necessário. A escola não tem autonomia para suspender aulas, portanto, estará aberta, com aulas normais. Quanto ao fato de ser prejudicado, caso julgue faltar, cabe salientar que estamos iniciando o 2º. Bimestre e neste momento não temos atividades avaliativas previstas”.

Até o momento, nenhum dos autores dos comentários foi identificado.

 

Mais lidas da semana