Mídias Sociais

Destaque

Deputado estadual subtenente Bernardo deflagra operação que resulta na prisão de suspeitos de envolvimento na morte de casal sequestrado em Cabo Frio

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Quatro pessoas, entre elas uma mulher, suspeitos de envolvimento com o assassinato de um casal morador do Condomínio Monte Carlo, o Minha Casa Minha Vida, em Cabo Frio, foram detidos na manhã desta segunda-feira (17).

As prisões foram realizadas durante uma operação da Comissão de Prevenção e Combate a Pirataria em conjunto com a Polícia Civil e Militar, além de toda a equipe do deputado estadual subtenente Bernardo (Pros), desencadeada a partir de uma denúncia anônima enviada à Comissão.

A informação dava conta de que traficantes do Condomínio Minha Casa, Minha Vida estariam com farto estoque de cigarros e materiais fruto de contrabando.

Durante a diligência foi descoberto o local, mas, os indivíduos supostamente se evadiram. Enquanto era feita uma varredura no condomínio, a PM conseguiu capturar os suspeitos.

Com os envolvidos foram apreendidas duas pistolas, munição, um revólver, material para endolação, coletes e coldre. A Polícia Civil investiga a participação dos detidos na morte do casal, Francisco e Débora. Os detidos foram encaminhados para a 126ª Delegacia de Polícia de Cabo Frio (126ª DP).

Relembre o caso

O casal foi sequestrado dentro de casa, na última terça-feira (11), no Conjunto Habitacional do programa "Minha Casa, Minha Vida", no bairro Jardim Esperança. Os corpos foram encontrados, no fim da tarde da última quinta-feira (13), em uma área de mata, às margens da Estrada da Integração, em Armação dos Búzios, cidade vizinha. Segundo a Polícia Civil, os corpos de Francisco José da Costa e Débora Alves, estavam com marcas de tiros e em razoável estado de decomposição, pelo tempo decorrido. Eles deixaram um filho de 7 anos, que estava no local na hora do sequestro, mas não foi levado pelos criminosos.

Mais lidas do mês