Mídias Sociais

Destaque

Corpo de professora desaparecida em Macaé é encontrado no porta-malas do seu próprio carro em Rocha Leão, distrito de Rio das Ostras

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Carla Pereira Melo, de 41 anos, foi vista pela última vez na manhã de sábado (18), na Escola Estadual Municipal Polivalente Anísio Teixeira, em Macaé, onde lecionava. 

Uma professora de 41 anos, que estava desaparecida há três dias, foi encontrada morta, dentro do porta-malas do próprio carro, na manhã desta terça-feira (21), em Rocha Leão, distrito de Rio das Ostras.

Segundo amigos, Carla Pereira Melo, foi vista pela última vez na manhã de sábado (18), na Escola Estadual Municipal Polivalente Anísio Teixeira, localizada no bairro Costa do Sol, em Macaé. Após dar aula na unidade de ensino, a professora entrou em seu carro, um Gol prata e não foi mais vista.

Segundo familiares, na casa da professora, que morava em Rio das Ostras, foi encontrada uma nota fiscal de um lanche, que teria sido comprado às 11h47, momentos após ela ter saído da escola em Macaé.

Apreensivos com o sumiço da professora, familiares, alunos e colegas de trabalho de Carla, iniciaram uma campanha nas redes sociais com o intuito de encontra-la. No entanto, nesta terça-feira (21), a Polícia Militar (PM) confirmou o desfecho trágico da história.

O corpo de Carla foi encontrado abandonado na Estrada da Fazenda Três Marias, próximo a um acampamento de trabalhadores “Sem Terra”. As investigações sobre o caso serão feitas na 128ª Delegacia Policial de Rio das Ostras (128ª DP). Até o momento, ninguém foi preso. A perícia já foi realizada e a PM está preservando o local até que seja feita a remoção do corpo para o Instituto Médico Legal (IML) de Macaé.

O corpo de Carla foi encontrado dentro do porta-malas do seu carro na Estrada da Fazenda Três Marias.


 

Mais lidas do mês