Mídias Sociais

Destaque

Chefe de milícia em Quintino, no Rio, é preso em Cabo Frio

Publicado

em

 

José Leonardo de Jesus Neves, o “Leo da Caixa D’Água”, foi preso nessa sexta-feira (12)

Da redação

O homem apontado como chefe da milícia que atua na comunidade da Caixa D’Água, em Quintino, no Rio de Janeiro, foi preso nessa sexta-feira (12), em Cabo Frio, na Região dos Lagos.

José Leonardo de Jesus Neves, o “Leo da Caixa D’Água”, foi preso por agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO/IE) em um apartamento de alto padrão a duas quadras da orla de Cabo Frio em companhia de outro rapaz.

Segundo a polícia, Leo tinha um mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara Criminal Regional de Madureira, pelo crime de organização criminosa. Segundo a polícia, ele é o líder da milícia que atua na comunidade da Caixa Dagua, em Quintino, onde promove a exploração de moradores, realizando cobranças de "taxa de segurança", venda de botijões de gás. O imóvel onde foram presos seria de propriedade do miliciano.

Anderson Alves Felicio, o outro preso, é, segundo as investigações, o braço armado e "cobrador" da milícia em Quintino, além de atuar como segurança pessoal e responsável pelo transporte de Leo da Caixa D'Água. Outro acusado, identificado como Eduardo Michaelli Rosa, conhecido como Dudu, não foi encontrado.

Desde o início das investigações da Draco sobre a milícia da Caixa D'Água, algumas prisões já foram realizadas, além de terem sido apreendidos três fuzis, uma metralhadora, duas pistolas, rádios transmissores e um cadastro de cobranças a moradores pela "taxa de segurança". Os presos foram encaminhados para a Polinter e permanecerão à disposição da Justiça.

 

Crédito: RC24h

 

Mais lidas da semana