Mídias Sociais

Destaque

Bope e BAC incursionam comunidades de Macaé após atos de vandalismo; pistola e carga de maconha foram apreendidos na Nova Holanda

Publicado

em

 

Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e do Batalhão de Ações com Cães (BAC) vieram da capital e incursionaram as comunidades Malvinas e Nova Holanda, em Macaé, nesta segunda-feira (18). De acordo com o comando do 32° Batalhão de Polícia Militar (32° BPM), os reforços foram acionados e a operação foi deflagrada após os atos classificados como terroristas, ocorridos neste domingo (17), em vários pontos da cidade.

Na ocasião, manifestantes interditaram vias do município em represália ao cancelamento de festas de Páscoa que ocorreriam nas comunidades Nova Holanda, Nova Esperança, Malvinas e Botafogo. A PM alega que o impedimento das festas ocorreu por falta de documentação em tempo hábil e também pelo fato de as comemorações serem financiadas pelo tráfico de drogas.

"O pedido para a realização das festas foi intempestivo e sem nada a opor dos outros órgãos, pois o mesmo deve chegar à Polícia Militar com um mês de antecedência. Além disso, não vamos permitir que o tráfico forme escudos humanos disfarçados de festas com o intuito de comercializar entorpecentes", declarou o tenente-coronel Vinícius Carvalho, comandante do 32° BPM. Ainda conforme o comando da PM, a operação irá se estender por outras localidades por tempo indeterminado.

No início da tarde desta segunda, a equipe Alpha do BAC, patrulhava a Rua Joaquim Luis Freire, na Nova Holanda, quando teve sua atenção voltada a cadela Rondônia, que sinalizou em uma lata de lixo. Após vasculhamento, foram localizadas 129 trouxinhas de maconha e uma pistola Bersa calibre 9mm. Todo o material foi levado para a 123ª Delegacia Policial (123ª DP).

Mais lidas da semana