Mídias Sociais

Polícia

Indiciado por homicídio duplamente qualificado é preso em Macaé

Publicado

em

 

 Acusado de 29 anos matou um homem de 6o anos por conta de uma dívida referente à venda de um pássaro. Crime ocorreu em janeiro deste ano no bairro Miramar

 

Bertha Muniz

A equipe da 123ª Delegacia Policial de Macaé (123ª DP) prendeu no fim da manhã desta quarta-feira (10), Manoel Diogo de Oliveira, de 29 anos. Ele é acusado de matar Alcimar Neves Soares, 60 anos, no dia 15 de janeiro deste ano, no bairro Miramar, em Macaé. Segundo a polícia, o crime é considerado homicídio duplamente qualificado pelo motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima, já que foi motivado por uma dívida referente à venda de um pássaro da espécie Trinca-Ferro.

De acordo com o delegado titular da 123ª DP, Filipi Poeys, o acusado foi preso em sua casa, que fica no mesmo bairro onde cometeu o crime, após serem expedidos mandados de busca e apreensão que levaram a polícia até ele. Em dezembro do ano passado Manoel e outro homem que ainda não foi identificado, teriam roubado no dia um veículo Fiorino Branca, para promover a execução da vítima. Na data do crime, os autores fugiram em direção à Quissamã, quando no percurso roubaram outro veículo, um Fiat Uno vermelho e seguiram em direção à localidade.

Quando estavam próximo a Quissamã, atearam fogo no Fiat Fiorino e seguiram no Uno Vermelho para um destino ignorado. Também de acordo com a Polícia Civil, no decorrer das investigações foi apurado que Manoel Diogo planejou o crime, roubando a Fiorino Branca para matar e durante a fuga, para se esquivar da polícia, teria roubado o Fiat Vermelho e, próximo a seu destino, teriam incendiado a Fiat Fiorino com a finalidade de apagar os vestígios.

Manoel Diego de Oliveira está preso e responde pelos crimes de homicídio duplamente qualificado e duas vezes por roubo qualificado. O acusado seguirá para Bangú onde aguardará o julgamento preso.

Mais lidas da semana