Mídias Sociais

Esporte

Jorge Jesus critica postura do São Paulo após empate sem gols no Maracanã

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O técnico Jorge Jesus deixou o Maracanã bastante irritado. Mais do que lamentar o empate diante do São Paulo, o treinador criticou muito a postura do adversário, que segundo ele, abusou do antijogo. O português reclamou das inúmeras faltas e tentativas do rival de parar a partida.

"O São Paulo tem grandes jogadores e não precisa fazer tanto antijogo, e o árbitro foi conivente. Parar o jogo porque estão com câimbras musculares? Me senti na Arábia Saudita. Lá que os jogadores se atiravam no chão. Parecia que estava na Arábia Saudita. Se for uma lesão, tudo bem. Mas câimbras não é para paralisar o jogo. O São Paulo foi uma vez até nossa baliza e até criou chance. Atuou uma partida para não perder", disse Jesus.

O treinador foi questionado também sobre o fato de ter poupado três titulares na partida pensando no duelo do meio de semana contra o Grêmio pela semifinal da Copa Libertadores. Os jornalistas perguntaram se a ausência do trio representou alguma queda de rendimento no time diante do São Paulo. O treinador respondeu de forma direta.

"O fato do Rafinha, do Gerson e do Filipe não jogarem, vocês estão habituados aos times da Libertadores colocarem todos reservas. Por que não posso colocar três? Não entendo essa admiração. Não foi por isso que não vencemos. Jogamos para ganhar, fomos o único time a tentar ganhar. O São Paulo fez 25 faltas, a maca entrou muitas vezes", justificou o treinador português.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Flamengo enfrenta a Chapecoense, no domingo 6 de outubro, às 11h, na Arena Condá. Antes terá a decisão contra o Grêmio, na quarta-feira (2), em Porto Alegre, às 21h30, pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana