Mídias Sociais

Destaque

Prova Brasil começa a ser aplicada nas escolas da rede de ensino de Macaé

Publicado

em

 

Em Macaé, prova foi aplicada na Escola Municipal Amil Tanos, no Morro de Santana, nessa segunda-feira (23).

Daniela Bairros

Começou a ser aplicada a Prova Brasil. Nessa segunda-feira (23), em Macaé, a prova foi aplicada na Escola Municipal Amil Tanos, no Morro de Santana. Neste ano, na cidade, alunos do 3º ano do Ensino Médio da Escola Natálio Salvador Antunes, na região serrana, e Colégio Aplicação (CAp) vão participar da avaliação, que acontece até o dia 31 deste mês. Ao todo, 66 escolas municipais aplicarão a prova, conforme a agenda de cada unidade.

A avaliação, que acontece a cada dois anos, será direcionada para cerca de cinco mil estudantes e acontece em escolas públicas e privadas junto às turmas do 5º e 9º ano.

O objetivo da Prova Brasil é observar o desempenho específico de cada rede de ensino e do sistema como um todo das escolas públicas urbanas e rurais do país e ainda identificar fatores, que possam interferir no desempenho do aluno.

O resultado da Prova Brasil é um dos componentes utilizados no cálculo do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que, ao utilizar outros fatores no cálculo, define uma nota que pode ir de 0 até 10 para as escolas, cidades, estados e para o Brasil. A previsão é que o resultado final seja divulgado em agosto de 2018. Um total de 185  estudantes do 5º ano participaram da avaliação.

De acordo com o secretário de Educação, Guto Garcia, a Prova Brasil tem como principal finalidade avaliar a qualidade do ensino do país. "As informações coletadas na Prova Brasil visam subsidiar a formulação, reformulação e o monitoramento das políticas na área educacional nas esferas, municipal, estadual e federal, contribuindo para a melhoria da qualificação da educação brasileira", ressalta.

Ainda nessa segunda-feira (23), o Colégio Municipal Professora Maria Letícia Santos Carvalho (Novo Cavaleiros) realizou a prova. Um total de 88 estudantes fizeram parte da avaliação. De acordo com a diretora, Simone Carvalho, para aplicação da prova a escola contou com simulados desenvolvidos pelo Núcleo de Tecnologia Municipal Educacional (NTM) e outras atividades preparatórias com apoio da equipe do Ensino Fundamental da rede municipal.

Na rede municipal, a prova será aplicada para 109 turmas sendo 66 no turno da manhã e 43 no turno da tarde. Os alunos respondem  a um caderno com quatro blocos com questões de Língua Portuguesa e Matemática. Para aplicação da prova, a Secretaria de Educação mobilizou profissionais e estudantes. A intenção foi sensibilizar a comunidade escolar quanto à importância da prova, que tem o objetivo de melhor acompanhar o processo ensino-aprendizagem dos alunos, auxiliando professores e gestores.

Mais sobre a Prova - As médias de desempenho nessa avaliação também subsidiam o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), ao lado das taxas de aprovação nessas esferas. Diante da Prova Brasil, ainda pode ser observado o desempenho específico de cada rede de ensino e do sistema como um todo das escolas públicas urbanas e rurais do país.

Crédito: Guga Malheiros

 

Mais lidas da semana