Mídias Sociais

Destaque

Chevron vende participação do campo de Frade para a Petrorio

Avatar

Publicado

em

 

Mesmo com a venda, Chevron amplia porfólio com a aquisição de seis blocos do pré sal

 

 

 

A empresa norte americana Chevron vendeu está semana, sua participação de 51,74% no campo de Frade, na Bacia de Campos para a brasileira Petrorio. Com a compra recente, o campo de atuação da companhia que assumirá a operação do ativo – que hoje produz, em média, 20 mil barris de petróleo – em águas profundas da Bacia de Campos, será de 70%. Os demais 30% são da Petrobras. Sua participação transformará a PetroRio na maior companhia independente de óleo e gás do Brasil e reafirma – mais uma vez – sua estratégia de crescimento por meio das aquisições de ativos ainda em produção. A compra também indica uma diversificação de seu portfólio de ativos e de fontes geradoras de receitas para a companhia. Boa notícia para investidores em ações da empresa e também para o mercado de trabalho, já que representa mais contratações.

Em comunicado ao mercado, a petroleira dos Estados Unidos disse que a venda faz parte de seu gerenciamento de portfólio e que quer aumentar sua presença no Brasil, sobretudo no pré-sal, onde arrematou áreas nos últimos leilões.“O pré-sal brasileiro é um recurso de classe mundial e a Chevron arrematou seis blocos do pré-sal em 2018, em parceria com a Petrobras e outras grandes empresas de petróleo. O Brasil é uma parte importante do portfólio da empresa na América Latina”, declarou a Chevron.

Com a aquisição, a PetroRio assume a operação do campo, que produz cerca de 20 mil barris de petróleo por dia. Por sua vez, a PetroRio quer adotar tecnologias mais avançadas para aumentar o chamado fator de recuperação do campo petrolífero. O Campo de Frade é antigo, e entrou em declínio natural de produção. Entretanto, as tecnologias de recuperação permitem aumentar a produção desses campos. A expectativa é que o campo ainda tenha uma vida útil superior a 2035. Além de Frade, a PetroRio adquiriu também uma plataforma com capacidade para armazenar cerca de 1,5 milhão de barris.

O Campo de Frade está localizado na parte norte da Bacia de Campos, a cerca de 120 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro. A lâmina d’água na área de desenvolvimento varia de 1.050 a 1.300 metros. A produção no campo começou em 2009; o petróleo bruto produzido é exportado para o mercado internacional e a produção de gás natural é direcionada para o mercado brasileiro. Frade sofreu vazamentos de óleo no início da década e desde então teve sua produção reduzida. Em novembro, o campo teve a extração de 19,6 mil barris de petróleo, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

 

Tânia Garabini


 

Mais lidas do mês