Mídias Sociais


Destaque

Casa da Moeda afirma que confecção de passaportes foi retomada nesta segunda (24)

Publicado

em

 

Fila para emissão do documento será normalizada em cinco semanas pode ser impactado pelo volume de novas solicitações, segundo o órgão

 

Bertha Muniz

 

Após quase um mês suspenso, o serviço de confecção de passaportes foi retomado na manhã desta segunda-feira (24), pela Casa da Moeda. A reativação da atividade ocorreu após o Ministério da Justiça liberar um crédito suplementar de R$ 102, 3 milhões à Polícia Federal (PF) para a produção do documento.

A emissão de passaportes foi interrompida no dia 27 de junho, por insuficiência orçamentária. Na ocasião, a PF afirmou que a corporação já teria gasto com a emissão do documento o limite autorizado pela Lei Orçamentária da União.

A Casa da Moeda do Brasil (CMB), que produz os passaportes, informou através de nota que a normalização da emissão dos documentos deve demorar até cinco semanas e ainda pode ser impactado pelo volume de novas solicitações. Durante o período de suspensão, 175 mil de passaportes ficaram represados, segundo a PF, e agora serão processados por ordem cronológica.

 

No mesmo comunicado, o órgão responsável pela confecção dos passaportes afirmou ainda que irá trabalhar 24 horas por dia e sete dias por semana a partir de segunda-feira para regularizar o mais rápido possível a emissão do documento.A Casa da Moeda informou ainda que os custos extras para atender a todas as solicitações nos postos da PF durante os dias de suspensão serão bancadas pelo próprio órgão.

Mais lidas da semana