Mídias Sociais

Destaque

Prefeitura de Rio das Ostras confirma morte de servidora pública pelo vírus H1N1

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Mara Ferreira Martins estava internada na clínica Mater Dai, e morreu nesta segunda-feira (6).

A Prefeitura Municipal de Rio das Ostras informou, nesta quarta-feira (8), que a clínica Mater Dei, em que a paciente Mara Ferreira Martins estava internada, encaminhou amostra de sangue para um laboratório do Estado, que confirmou à Secretaria Estadual de Saúde a morte pelo vírus H1N1. A paciente estava internada na clínica, e morreu esta segunda-feira (6).

Segundo o município, a servidora exercia suas atividades na Creche Dona Senhorinha, no bairro Recanto. De acordo com a Secretaria do Estado, em 2018, o estado do Rio registrou 233 casos de H1N1, com total de 30 óbitos. Se a morte por H1N1 for confirmada pelo Estado, será a primeira em 2019.

Em nota, a Prefeitura de Rio das Ostras explicou que cabe ao laboratório notificar a secretaria Estadual de Saúde em casos de doenças como a H1N1. “O próprio laboratório notifica a secretaria Estadual de Saúde e a Secretaria Municipal ratifica o caso no município”, disse.

A Prefeitura conclui dizendo que “até o momento, nenhuma outra morte foi registrada por conta desse vírus” e que “não há registro de nenhum caso suspeito no município”.

Mais lidas do mês