Mídias Sociais

Cidadania

Prefeitura de Macaé realiza campanha para estimular doações de alimentos durante a vacinação contra a Covid-19

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Macaé lançou nesta terça-feira (18) a Campanha Vacinação Solidária para incentivar as pessoas que forem se vacinar contra a Covid-19 a levar 1kg de alimento não-perecível da cesta básica (arroz, feijão, macarrão, leite em pó, dentre outros) para que seja doado a entidades carentes, e assim, ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade de todo o município. A doação não é obrigatória, ajudando apenas quem puder ou quiser colaborar.

Para participar, basta levar um quilo de alimento não perecível, das 8h30 às 15h em diversos pontos de imunização da cidade. A primeira-dama, Quelen Rezende, esteve nesta segunda-feira (17), em uma rádio local para divulgar a ação. O objetivo é combater os efeitos sociais causados pela pandemia do Coronavírus na população mais vulnerável.

Durante 30 dias, a população está convidada a participar da campanha nos seguintes pontos de arrecadação: Colégio Estadual Mathias Neto, Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, Cidade Universitária e nas unidades de Estratégia Saúde da Família (ESF) da Serra. Neste primeiro dia, Quelen Rezende irá comparecer nos pontos de vacinação. O primeiro deles será o Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, o Moacyrzão, às 8h30.

“Esperaremos todos para essa ação de solidariedade. Quem puder, não é obrigatório, compareça com esse carinho. As pessoas que já se vacinaram ou irão se imunizar ainda, também estão convidados”, frisou a primeira-dama. O secretário de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Mauro Torres, acrescentou que a prefeitura já realiza vários auxílios para a população, mas a união do poder público com a sociedade civil irá gerar mais resultados.

“Precisamos chegar às pessoas com mais força, por isso a importância dessa parceria”, acrescentou. Já o secretário adjunto de Atenção Básica, Luiz Carlos Braga, destacou que 20 mil pessoas já foram vacinadas em Macaé com as duas doses. “Esta semana estamos adiantando as idades das pessoas com comorbidades, serão duas por dia. Quem puder contribuir fará toda a diferença para as famílias que estão precisando”, ressaltou.

As secretarias envolvidas são: Saúde, Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Esportes, Relações Institucionais e Comunicação Social.

 

Mais lidas da semana