Mídias Sociais

Destaque

Polícia afirma que criminosos mataram motorista de aplicativo em Campos para roubar R$ 150 e um celular

Publicado

em

 

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta-feira (9), a delegada adjunta da 146ª Delegacia de Polícia de Guarus (146ª DP), Madeleine Farias, juntamente com o delegado titular Pedro Emílio Braga, contaram detalhes sobre a investigação que levou a prisão de três suspeitos envolvidos na morte do motorista de aplicativo Ítalo Igor da Silva, nessa quinta-feira (9).

De acordo com as informações, o crime se trata de latrocínio, que é roubo seguido de morte. O celular da vítima foi localizado na comunidade do Sapo II e a quantia de R$ 150,00 teria sido levada no crime. O motorista foi enforcado e atingido por golpes de faca.

“Foi possível identificar, durante o trabalho de investigação e acareação que desde o início o plano era de roubar um motorista de aplicativo e matá-lo caso algo desse errado, já que os mesmos saíram de casa com uma faca e um fio de furadeira, usados no crime”, disse a delegada.

Ela destacou ainda que as denúncias anônimas foram fundamentais para a elucidação do crime, que foi premeditado. A chamada para a corrida teria sido feita do Parque São Silvestre com destino à Três Vendas.

O motorista teria sido enforcado, mas o fio teria estourado e a vítima entrado em luta corporal com os bandidos, sendo golpeado várias vezes. O corpo foi deixado em um açude às margens da BR 356 e o carro no "pistão da Codin", completo de sangue e vômito.  Os três irão responder por latrocínio consumado e levados para os respectivos presídios da cidade.

Foto: Lucas Barreto/NF Notícias.

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Avenida Atlântica, 2.500, sala 22 – Cavaleiros – Macaé/RJ

cliquediario@gmail.com
(22) 2765-7353

Mais lidas da semana